Covid-19: Número de contágios na Alemanha aumenta para 4.500 diários

O número de novas infeções de covid-19 na Alemanha aumentou para as 4.500 diárias, o valor mais elevado desde meados de abril obrigando a medidas para evitar a propagação da pandemia.

Covid-19: Número de contágios na Alemanha aumenta para 4.500 diários

Covid-19: Número de contágios na Alemanha aumenta para 4.500 diários

O número de novas infeções de covid-19 na Alemanha aumentou para as 4.500 diárias, o valor mais elevado desde meados de abril obrigando a medidas para evitar a propagação da pandemia.

O número de novas infeções de covid-19 na Alemanha aumentou para as 4.500 diárias, o valor mais elevado desde meados de abril obrigando as autoridades regionais e federais a tomar medidas para evitar a propagação da pandemia.

No total, em 24 horas registaram-se 4.516 contágios de SARS CoV-2, informou o Instituto Robert Koch (RKI), na Alemanha.

O número total de infeções no país sobe para 314.660, com 9.589 óbitos, 11 dos quais nas últimas 24 horas.

O número de pacientes recuperados é de 271.800.

A progressão que se verifica nas últimas semanas faz temer que se chegue a um pico no que diz respeito aos contágios, em valores semelhantes aos da “primeira onda”, na Alemanha, entre finais de março e princípios de abril, em que se registaram cerca de seis mil infeções diárias.

Na quinta-feira, o RKI alertou que podem verificar-se 10 mil novos casos diários se não forem aplicadas medidas que venham a conter a propagação do novo coronavírus.

A progressão durante esta semana tem sido alarmante, passando dos 2.828 casos na quarta-feira para 4.058 contágios na quinta-feira.

É especialmente preocupante a situação nas grandes cidades, uma situação que vai ser analisada hoje pela chanceler Angela Merkel em reunião com os autarcas dos principais núcleos urbanos do país.

A reunião vai decorrer através de meios remotos e segue-se ao encontro de quarta-feira que reuniu os líderes dos estados federais sobre as restrições impostas aos viajantes nas denominadas “zonas vermelhas” alemãs.

A maioria dos estados proibiu as deslocações aos residentes provenientes das zonas de grande incidência a não ser que apresentem um teste negativo realizado nas 48 horas anteriores à viagem.

A restrição coincide com o início das férias de outono, na Alemanha.

De acordo com as normas do RKI, na categoria das zonas de risco estão os distritos em que são ultrapassados os 50 contágios por cada 100 mil habitantes em sete dias.

Em Berlim o valor foi ultrapassado na quinta-feira ao registar uma média de 52 contágios em sete dias por cada 100 mil habitantes.

Nos distritos de Berlim com maior incidência, como a populosa zona de Neukolln, o nível é de 133 contágios enquanto em Mitte, onde está situado o bairro governamental, registaram-se 73 contágios nos últimos sete dias.

Outras regiões de risco situam-se em distritos da Baixa Saxónia, Bremen, Renânia do Norte-Vestfália, Baden-Wurttemberg e Baviera, assim como a cidade de Frankfurt.

Na capital alemã e em Frankfurt vai entrar em vigor hoje à noite a obrigação de encerramento de bares e restaurantes entre as 23:00 e as 06:00, horário em que vai ser proibida a venda de bebidas alcoólicas aos grupos de mais de cinco pessoas.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS