Covid-19: Covaxin com 81% de eficácia, anuncia Bharat Biotech

A Covaxin, vacina indiana contra a covid-19 desenvolvida pela Bharat Biotech, demonstrou uma eficácia de 81%, de acordo com os resultados preliminares da fase final de testes clínicos.

Covid-19: Covaxin com 81% de eficácia, anuncia Bharat Biotech

Covid-19: Covaxin com 81% de eficácia, anuncia Bharat Biotech

A Covaxin, vacina indiana contra a covid-19 desenvolvida pela Bharat Biotech, demonstrou uma eficácia de 81%, de acordo com os resultados preliminares da fase final de testes clínicos.

A Covaxin, vacina indiana contra a covid-19 desenvolvida pela Bharat Biotech, demonstrou uma eficácia de 81%, de acordo com os resultados preliminares da fase final de testes clínicos.

Os ensaios, desenvolvidos em parceria com o Conselho Indiano de Pesquisa Médica, envolveram 25.800 indivíduos e são os maiores já realizados na Índia.

“Hoje é um marco importante na descoberta de vacinas, para a ciência e para a nossa luta contra o coronavírus”, afirma em comunicado o presidente e diretor administrativo da Bharat Biotech, Krishna Ella.

“A Covaxin demonstra uma tendência de alta eficácia clínica contra a covid-19, mas também uma imunidade significativa contra as variantes que emergem rapidamente”, acrescenta.

A fórmula da Covaxin, ou BBV152, feita a partir do isolamento da Sars-Cov-2, é estável entre os dois e os oito graus Celsius e enviada numa formulação líquida pronta para uso.

O frasco pode estar aberto até 28 dias, “reduzindo assim o desperdício de vacina em aproximadamente 10% a 30%”, informa o comunicado

A fase três do estudo envolveu 25.800 participantes com idades compreendidas entre os 18 e os 98 anos, incluindo 4.500 voluntários com doenças crónicas subjacentes.

“A primeira análise provisória é baseada em 43 casos, dos quais 36 foram observados no grupo do placebo e sete observados no grupo BBV152 (Covaxin), resultando numa estimativa pontual da eficácia da vacina de 80,6%”, esclarece a empresa no comunicado.

A Covaxin foi aprovada pelos reguladores indianos enquanto ainda estava em fase de testes e é, juntamente com a Covishield, desenvolvida pela Oxford University e AstraZeneca, uma das vacinas usadas pela Índia na campanha de vacinação em massa lançada a 16 de janeiro.

Mais de cinco milhões de doses de Covaxin foram usadas no arranque da campanha e, no início desta semana, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, recebeu a primeira dose desta vacina.

LEIA AINDA
Covid-19: FDA autoriza vacina dose única da Johnson&Johnson
Covid-19: Mais 41 óbitos e 976 infeções em 24 horas
Boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde relativo a casos ativos, novas infeções e número de óbitos por covid-19 em Portugal. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS