Covid-19: Brasil com mais 592 mortes e 28.323 infeções em 24 horas

O Brasil registou mais 592 mortes e 28.323 infeções confirmadas por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo os números divulgados hoje pelo Governo brasileiro no boletim epidemiológico.

Covid-19: Brasil com mais 592 mortes e 28.323 infeções em 24 horas

Covid-19: Brasil com mais 592 mortes e 28.323 infeções em 24 horas

O Brasil registou mais 592 mortes e 28.323 infeções confirmadas por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo os números divulgados hoje pelo Governo brasileiro no boletim epidemiológico.

O Brasil registou mais 592 mortes e 28.323 infeções confirmadas por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo os números divulgados hoje pelo Governo brasileiro no boletim epidemiológico.

Os números, quer de mortes quer de novas infeções, descem para metade neste domingo, uma redução que tem acontecido nos domingos e segundas-feiras. No sábado as mortes ascenderam a 1.202 e os novos casos a 62.334.

Até agora, desde o início da pandemia, já morreram, em consequência da doença, 217.037 pessoas no Brasil.

Em relação às infeções, com os últimos números, o país atingiu os 8.844.577 diagnósticos positivos desde o início da pandemia.

No Brasil, país lusófono mais afetado pelo novo coronavírus e um dos mais atingidos do mundo, a taxa de letalidade da doença permanece em 2,5%.

Já a taxa de incidência está fixada em 103 mortes e 4.208 casos por cada 100 mil habitantes.

Geograficamente, o foco da pandemia está em São Paulo, estado mais rico e populoso do país, que sozinho concentra 1.699.427 infetados e 51.502 óbitos.

No total, mais de 7,6 milhões de pacientes (7.653.770) já recuperaram da doença no Brasil, enquanto 973.770 diagnosticados permanecem sob acompanhamento médico, em hospitais ou nas suas residências, a depender da gravidade dos casos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.121.070 mortos resultantes de mais de 98,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 10.469 pessoas dos 636.190 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS