Covid-19: Alemanha regista 975 óbitos e 9.705 novas infeções em 24 horas

A Alemanha registou 9.705 novas infeções pelo SARS-CoV-2 e 975 óbitos nas últimas 24 horas, entretanto sem contabilizar os dados da cidade de Hamburgo, segundo o Instituto Robert Koch.

Covid-19: Alemanha regista 975 óbitos e 9.705 novas infeções em 24 horas

Covid-19: Alemanha regista 975 óbitos e 9.705 novas infeções em 24 horas

A Alemanha registou 9.705 novas infeções pelo SARS-CoV-2 e 975 óbitos nas últimas 24 horas, entretanto sem contabilizar os dados da cidade de Hamburgo, segundo o Instituto Robert Koch.

A Alemanha registou 9.705 novas infeções pelo SARS-CoV-2 e 975 óbitos nas últimas 24 horas, entretanto sem contabilizar os dados da cidade de Hamburgo, segundo as informações divulgadas hoje de madrugada pelo Instituto Robert Koch.

Na quarta-feira da semana passada, 13.202 novas infeções e 982 óbitos foram registados no país.

O número máximo de infeções foi registado em 18 de dezembro, com 33.777 novos contágios, e o de óbitos, em 14 de janeiro, totalizou 1.244 em 24 horas.

O número de casos positivos desde o anúncio do primeiro contágio no país, em 27 de janeiro de 2020, está em 2.237.790 e o de óbitos em 58.956.

Cerca de 1.973.200 pessoas foram consideradas curadas e o número de casos ativos é de cerca de 206.100, estimou o RKI.

Na Alemanha, a incidência acumulativa em sete dias é de 82,9 casos por 100.000 habitantes, em comparação com 101,0 na semana anterior, e o número de novas infeções em uma semana foi de 68.957.

O pico de incidência em todo o país foi registado em 22 de dezembro com 197,6 novas infeções por 100.000 habitantes numa semana.

Na última quinta-feira, a incidência em sete dias caiu na Alemanha pela primeira vez em três meses abaixo das 100 novas infeções por 100 mil habitantes, para 98 casos.

A meta do Governo alemão é diminuir a incidência para menos de 50, esperando assim conseguir que todas as cadeias de contágio possam ser rastreadas.

O número de pacientes com covid-19 em unidades de cuidados intensivos subiu para 4.264, dos quais 2.356 precisam de respiração assistida, de acordo com dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Emergência (DIVI).

Num dia, 435 novas admissões de pacientes com covid-19 foram registadas nos cuidados intensivos e 493 deixaram estes mesmos serviços, das quais 30% correspondem a óbitos, afirmou o RKI.

O fator de reprodução (R) que leva em consideração as infeções num intervalo de sete dias é de 0,85 na Alemanha como um todo, o que significa que a cada 100 infetados contagia uma média de 85 pessoas.

Atualmente, o fator R está ligeiramente abaixo de 1, quando o valor 1 implica que uma pessoa infetada infeta outra pessoa em média, apontou o RKI.

Desde 26 de dezembro, o número de pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 na Alemanha foi de 1.980.211, enquanto 606.786 pessoas receberam e à segunda dose.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2,2 milhões de mortos resultantes de mais de 103,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS