CDS despede funcionários e pode fechar algumas sedes

Notícia é avançada pelo Jornal Económico.

CDS despede funcionários e pode fechar algumas sedes

CDS despede funcionários e pode fechar algumas sedes

Notícia é avançada pelo Jornal Económico.

O CDS-PP tem estado a rescindir contrato com vários funcionários e está mesmo a ponderar encerrar algumas sedes que estão arrendadas no país.

LEIA DEPOIS
Bebé sem rosto. Rodrigo não ouve e só respira pela boca

De acordo com o Jornal Económico, o partido está a alertar as distritais e as concelhias para a necessidade de reduzir a despesa e de controlar as contas. Segundo a mesma publicação, em causa está  a redução da da subvenção estatal e das comparticipações financeiras.

CDS: Assessores, secretárias e motoristas na porta de saída

Fonte do CDS avança ao Jornal Económico que as dívidas podem «chegar perto dos dois milhões de euros» em 2019 e, por isso, a direção tenciona avançar com o encerramento de sedes que estão alugadas e despedimento de funcionários. A publicação adianta que nos últimos dias houve  rescisões de trabalhadores na sede nacional e também no gabinete de apoio parlamentar na Assembleia de República.

São vários os funcionários que estão na porta de saída, entre os quais assessores, secretárias do partido e um motorista com vários anos de trabalho.

LEIA MAIS

Infarmed suspende dois distribuidores por exportação ilegal e irregularidades graves

Incêndios na Califórnia obrigam mais de 40 mil pessoas a abandonar casas

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS