Câmara de Oeiras fecha escolas no concelho e pede a cidadãos que regressem a casa

A Câmara de Oeiras, no distrito de Lisboa, decidiu encerrar todas as escolas do concelho e pediu a todos os cidadãos que regressem a casa devido às previsões de agravamento da chuva ao início da tarde de hoje.

Câmara de Oeiras fecha escolas no concelho e pede a cidadãos que regressem a casa

Câmara de Oeiras fecha escolas no concelho e pede a cidadãos que regressem a casa

A Câmara de Oeiras, no distrito de Lisboa, decidiu encerrar todas as escolas do concelho e pediu a todos os cidadãos que regressem a casa devido às previsões de agravamento da chuva ao início da tarde de hoje.

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, pediu aos encarregados da educação para irem buscar os seus educandos às escolas até ao meio-dia, devido a previsões de agravamento dos períodos de chuva ao final da manhã e início da tarde. Segundo o autarca, trata-se de uma questão de segurança, para evitar que o trânsito se acumule na hora de ponta e depois de uma madrugada de chuva intensa, que causou derrocadas de muros, cheias e corte de vias no concelho.

Lisboa. Proteção Civil deixa apelo: “Fiquem em casa”
O mau tempo que se tem feito sentir, e que continuará em destaque ao longo das próximas horas, leva a Proteção Civil a deixar um apelo aqueles que vivem na Grande Lisboa (… continue a ler aqui)

No concelho, a Baixa de Algés está hoje de manhã “intransitável”, assim como “a Avenida Marginal entre o Dafundo e Algés, a estrada 117, que liga Queluz de Baixo a Carnaxide, e a EN250 entre Barcarena e Queijas”, indica o município numa nota divulgada na sua página da rede social Facebook, pedindo que os condutores tenham “a máxima cautela nas demais estradas”. Já na noite de segunda-feira a autarquia tinha anunciado o encerramento do Passeio Marítimo de Algés “por questões de segurança”, devido ao mau tempo, incluindo agitação marítima.

 Baixa de Algés está hoje de manhã “intransitável”

A Proteção Civil nacional apelou hoje de manhã aos cidadãos para restringirem ao máximo as deslocações por causa do mau tempo, que provocou durante a noite 275 ocorrências nos distritos de Lisboa e Setúbal e deverá manter-se até quarta-feira. Num ponto de situação feito pelas 07:00, o comandante André Fernandes, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), alertou para os fortes condicionamentos de trânsito nos acessos a Lisboa, com inundações e lençóis de água que já obrigaram ao corte de dezenas de vias. A circulação em várias vias e troços das linhas ferroviárias do Norte, Sintra e de Cascais está suspensa devido ao mau tempo que está a afetar o distrito de Lisboa com chuvas fortes, segundo a Infraestruturas de Portugal (IP).

Impala Instagram


RELACIONADOS