Antiga moradia de Ronaldo no Gerês não será demolida porque crime prescreveu

Em 2019, Cristiano Ronaldo vendeu esta moradia ao também jogador Pepe por 2,5 milhões de euros. Pendia até agora um processo de construção ilegal.

Antiga moradia de Ronaldo no Gerês não será demolida porque crime prescreveu

Em 2019, Cristiano Ronaldo vendeu esta moradia ao também jogador Pepe por 2,5 milhões de euros. Pendia até agora um processo de construção ilegal.

A antiga casa de luxo na Serra do Gerês de Cristiano Ronaldo não vai ser demolida, avançou o Público. O jornal cita a Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território. Estas entidades consideraram que a “construção foi executada à revelia do projeto aprovado, em zona reservada e parcialmente em domínio hídrico, além de interferir com a REN [Reserva Ecológica Nacional], tal como o campo de jogos e grande parte dos muros e acessos internos à propriedade”.  O Ministério Público considerou que o crime prescreveu.

A moradia está entre as três que, segundo o MP de Braga, não vão ser demolidas. Foram acusada 13 pessoas neste processo.

Em 2019, Cristiano Ronaldo vendeu esta moradia ao também jogador Pepe por 2,5 milhões de euros. Pendia até agora um processo de construção ilegal.

Caso o processo avançasse, Cristiano Ronaldo e João Pimenta, o arquiteto responsável pela obra, poderiam ter de responder por crimes de falsificação de documento e violação de regras urbanísticas. De acordo com a IGAMAOT, João Pimenta entregou uma certidão a afirmar que havia uma ruína no local que podia ser recuperada, mas que, sendo anterior a 1979, não seria necessário controlo prévio das obras. Alegadamente, não havia nenhum ruína.

Impala Instagram


RELACIONADOS