[ATUALIZAÇÃO] António Costa demite-se se a Assembleia aprovar lei dos professores

António Costa ameaçou, na tarde desta sexta-feira, apresentar a sua demissão caso a lei de descongelamento de carreiras dos professores seja aprovada pela Assembleia da República.

[ATUALIZAÇÃO] António Costa demite-se se a Assembleia aprovar lei dos professores

[ATUALIZAÇÃO] António Costa demite-se se a Assembleia aprovar lei dos professores

António Costa ameaçou, na tarde desta sexta-feira, apresentar a sua demissão caso a lei de descongelamento de carreiras dos professores seja aprovada pela Assembleia da República.

António Costa ameaçou, na tarde desta sexta-feira, apresentar a sua demissão caso a lei de descongelamento de carreiras dos professores seja aprovada pela Assembleia da República, pois a seu ver a contagem total do tempo de serviços levanta dúvidas de constitucionalidade, considerando-a uma medida socialmente injusta e insustentável do ponto de vista financeiro.

O discurso de António Costa terminou com o Primeiro-Ministro a dizer que caso a proposta de PSD, CDS, BE e PCP seja aprovada em plenário, o seu Executivo apresenta a demissão.

«A aprovação em votação final e global forçará o Governo a apresentar a sua demissão», afirmou em conferência de imprensa, o chefe do Governo.

As propostas já forma aprovadas, mas a votação final e global terá de acontecer até ao próximo dia 15 de maio.

O Parlamento aprovou, na passada quinta-feira, a alteração ao decreto do Governo, com votos contra do Partido Socialista, e o apoio das restantes forças políticas, estipulando que o tempo de serviço a recuperar pelos docentes são 9 anos, 4 meses e 2 dias, tal como foi reivindicado pelos professores. Na sequência da decisão do Parlamento, António Costa convocou uma reunião urgente com o Executivo e outra com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para sábado, 4 de maio

 

Impala Instagram


RELACIONADOS