Este alimento combate a diabetes

Estudo revela o papel fundamental dos alimentos que ingere na regulação dos níveis de açúcar no sangue. Conheça o alimento que, ingerido ao pequeno-almoço, pode combater a diabetes.

Este alimento combate a diabetes

Este alimento combate a diabetes

Estudo revela o papel fundamental dos alimentos que ingere na regulação dos níveis de açúcar no sangue. Conheça o alimento que, ingerido ao pequeno-almoço, pode combater a diabetes.

Estudo realizado por cientistas da Universidade do Este da Finlândia revela que os pacientes podem atenuar os sintomas associados à diabetes tipo 2 se consumirem diariamente um ovo.

Esta é uma investigação controversa na comunidade científica. Muito se tem falado dos efeitos do ovo no aumento do colesterol. No entanto, a Associação Norte-Americana para o Estudo da Diabetes veio reforçar a posição deste estudo. Comer um ovo por dia diminui os níveis de açúcar do sangue. Isto porque o ovo apresenta um alto teor de proteína e tem poucos hidratos de carbono na sua composição. Demora a digerir, impedindo assim que os índices de açúcar subam para níveis perigosos para a saúde.

LEIA MAIS: «Tiveste um filho de cesariana por isso não sabes o que é dar à luz»

É um alimento rico em potássio, um nutriente ideal para a manutenção da saúde cardiovascular e que regula os níveis de sódio no organismo. Possui também biotina, hormona benéfica para a produção de insulina, o que ajuda a estabilizar a glucose ou açúcar na corrente sanguínea.

Stefania Norman, a professora e líder do estudo, explica que apesar de ainda não se poder estabelecer uma relação causal a 100%, «a verdade é que os compostos do ovo têm um papel determinante no adiamento da incidência de diabetes de tipo 2 e na atenuação dos sintomas de quem já sofre da doença».

Sintomas da diabetes tipo 2

Os sintomas da diabetes tipo 2 são mais frequentes após os 40 anos de idade. Os mais correntes são sede, boca seca, urina frequente, visão turva, dificuldade na cicatrização de feridas e emagrecimento sem causa aparente, que nem sempre é identificada pelo portador da doença.

As causas desta doença podem estar relacionadas com fatores hereditários, obesidade, sedentarismo e consumo excessivo de alimentos ricos em carboidratos.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS