Tribunal ordena liberdade imediata de Lula da Silva

Tribunal ordena liberdade imediata de Lula da Silva

Pedido de “habeas corpus” aceite pelo tribunal de Porto Alegre.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região do Brasil ordenou, este domingo, a libertação imediata do antigo presidente do Brasil, Lula da Silva. Esta decisão vem no seguimento do tribunal de Porto Alegre ter aceitado o pedido de “habeas corpus” de Lula, que se encontrava detido por suspeitas de corrupção ativa.

Lula da Silva tinha sido condenado a 12 anos e meio de prisão pelo juiz responsável pela operação Lava-Jato, Sérgio Moro. O antigo chefe de Estado brasileiro está preso desde 7 de abril, depois de ter sido condenado em segunda instância.

Lula da Silva deverá ser libertado ainda este domingo.

Em atualização

 


RELACIONADOS