Meghan Markle contrata assessoria sem consentimento da rainha

Meghan Markle contratou uma empresa norte-americana de relações-públicas para limpar a imagem depois das polémicas e deixou os assessores do Palácio descontentes.

Meghan Markle contrata assessoria sem consentimento da rainha

Meghan Markle contrata assessoria sem consentimento da rainha

Meghan Markle contratou uma empresa norte-americana de relações-públicas para limpar a imagem depois das polémicas e deixou os assessores do Palácio descontentes.

Mais um capricho de Meghan Markle para deixar os britânicos descontentes. Pelo menos esta é a forma que a imprensa britânica está a encarar o facto de a duquesa de Sussex ter contratado uma das melhores empresas de relações-públicas norte-americanas para limpar a sua imagem, num ato que terá sido feito nas costas da rainha Isabel II e dos assessores do Palácio.

Diz o jornal inglês Daily Mail que a mulher do príncipe Harry requisitou os serviços da Sunshine Sachs – que chegou a representar Michael Jackson e também Harvey Weinstei, o produtor de cinema que, em 2015, foi acusado, por 70 mulheres, de má conduta sexual – com o intuito de limpar a sua imagem perante os súbditos, tão desgastada por tantas polémicas.

O tablóide alega que a ex-atriz está muito preocupada com as consequências para a sua imagem das constantes notícias sobre a suposta má relação com a cunhada Kate Middleton e ainda a polémica em torno dos gastos milionário na remodelação da casa nova e dos voos privados nas férias de verão.

O contrato terá sido acordado em junho, quando foi anunciada a separação das fundações dos irmãos William e Harry.

Esta tomada de decisão de Meghan Markle, apoiada pelo príncipe de Harry, apanhou desprevenidos os assessores do Palácio, conforme garante a imprensa britânica, uma vez que as relações públicas são geridas por Sara Latham.

«Contratar uma empresa externa à casa real, de Hollywood, é, no mínimo, pouco ortodoxo», alega fonte próxima da casa real ao jornal Daily Mail.

Harry viaja para Amesterdão em voo comercial

Depois da polémica que se gerou em torno dos três voos privados que os duques de Sussex fizeram no decorrer dos seus 11 dias de férias, o filho mais novo da princesa Diana preferiu viajar para a Holanda num voo comercial. A viagem prende-se com o anúncio da sua parceria com empresas on-line de viagens, como a Booking.com ou a TripAdvisor.

O filho mais novo do príncipe Carlos decidiu, assim, deslocar-se num voo comercial para evitar as críticas e fazer cair no esquecimento a forma como, segundo a imprensa britânica, desiludiu os súbditos. O pai de Archie espera voltar a cair nas boas graças do povo, que sempre o protegeu e admirou.

Veja a notícia completa aqui.

Texto: Rita Montenegro com redação WiN

LEIA MAIS

Oceana Basílio sobre José Fidalgo: «Estamos muito bem»

Previsão do tempo para quinta-feira, 5 de setembro

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS