Zulmira Ferreira desolada após funeral do filho, Eddie Ferrer: “Meu amor, sinto-te comigo”

Zulmira Ferreira está destroçada e partilhou uma nova homenagem ao DJ Eddie Ferrer, que morreu na Turquia, depois de ter sido submetido a uma operação a um aneurisma. Tinha 42 anos.

Zulmira Ferreira desolada após funeral do filho, Eddie Ferrer: “Meu amor, sinto-te comigo”

Zulmira Ferreira está destroçada e partilhou uma nova homenagem ao DJ Eddie Ferrer, que morreu na Turquia, depois de ter sido submetido a uma operação a um aneurisma. Tinha 42 anos.

Zulmira Ferreira voltou às redes sociais para partilhar uma nova homenagem ao filho, o DJ Eddie Ferrer, que morreu no sábado, dia 19 de novembro, aos 42 anos. “Estás e estarás sempre ao meu lado, meu amor. Sinto-te comigo”, escreveu a comentadora da SIC, momentos depois da última despedida ao DJ, no crematório de Cascais.

Zulmira e Jesualdo Ferreira devastados no velório do filho Eddie Ferrer
Zulmira e Jesualdo Ferreira estão a passar por aquilo que nenhum pai deveria passar. O casal está de rastos, tal como foi possível ver-se à chegada do Crematório de Alcabideche (… continue a ler aqui)

Já antes, a namorada de Eddie Ferrer, tinha partilhado a sua emoção num texto que publicou no Instagram. “Existem pessoas que vivem uma vida inteira sem saber o que é um amor verdadeiro. Contigo vivi o meu grande amor. Como tu me dizias tantas vezes: ‘Maria, finalmente encontrei-te! Vamos ser velhinhos e andaremos sempre lado a lado’”, escreveu Maria Rocha na legenda de uma foto, onde ambos surgem abraçados, a beijarem-se. E continuou. “A vida fez com que tu vivesses comigo até ao fim dos teus dias, como tu tanto querias. Agora, preciso que estejas assim ao meu lado para me acompanhares até ao fim dos meus. Um amor sem fim, amei-te ontem, hoje e para o resto da minha vida”, rematou no Instagram.

 

DJ esteve desaparecido três dias

O conhecido DJ Eddie Ferrer tinha 42 anos e ia a caminho do Qatar, onde deveria atuar no âmbito do Campeonato do Mundo de Futebol, quando tudo aconteceu. Fonte próxima da família conta à Nova Gente que Eduardo saiu de Lisboa na quinta-feira, dia 10. O voo que o levaria àquele país fez escala na Turquia, de onde Eddie acabaria por não conseguir sair com vida. “O voo que o levou de Lisboa até à Turquia chegou atrasado e isso impossibilitou-o de apanhar o avião seguinte, que o levaria até ao Qatar. A companhia aérea meteu-o num hotel e disse-lhe que tinha voo no outro dia [sexta-feira, 11 de novembro]. Mas o Eduardo não apareceu no aeroporto. Não apareceu e ninguém sabia dele”. Eddie foi operado a um aneurisma, mas acabou por não resistir.

Texto: Vânia Nunes; Fotos: Redes Sociais e Arquivo Impala

Impala Instagram


RELACIONADOS