Zé Lopes recorda dura infância com o pai preso

O pai de Zé Lopes esteve preso depois de ter atropelado um agente da autoridade. A revelação é feita pelo apresentador da TVI no programa “Conta-me”, que poderá ser visto na íntegra no próximo sábado.

Zé Lopes recorda dura infância com o pai preso

O pai de Zé Lopes esteve preso depois de ter atropelado um agente da autoridade. A revelação é feita pelo apresentador da TVI no programa “Conta-me”, que poderá ser visto na íntegra no próximo sábado.

Zé Lopes passou parte da sua infância a visitar o pai, que estava preso por causa de um acidente de viação. É o apresentador e comentador do “Big Brother“, da TVI, quem conta tudo a Manuel Luís Goucha. A entrevista vai para o ar no próximo sábado, 2 de outubro, no programa “Conta-me“. “O meu pai foi preso porque ele foi enganado por alguns dos fornecedores do café e ele achou que conseguia resolver tudo sozinho e acaba por ser preso um dia porque atropela um agente da autoridade”, diz Zé Lopes a Goucha, num teaser emitido no “Cristina ComVida“, apresentado por Cristina Ferreira, desta terça-feira.

“Foi a minha escola primária toda, dos cinco aos nove ou dez anos. Eu ia visitá-lo todos os fins de semana”, acrescenta. O comentador e coordenador de conteúdos do “Em Família” elogia a mãe, que teve de “arregaçar mangas” por ter “dois filhos a encargo dela”. “Foi trabalhar para um lar de idosos, onde ainda trabalha. Ela nunca baixou a guarda. […] Perdemos os negócios, perdemos tudo, é voltar ao zero”, recordou. O “Conta-me” com Zé Lopes é emitido a partir das 14h00.

Leia depois
Zé Lopes abre o jogo sobre relação com Cristina Ferreira após ser afastado

Zé Lopes fala sobre afastamento do “Somos Portugal”

Zé Lopes, que em junho deste ano deixou de fazer parte do leque de apresentadores do “Somos Portugal”, da TVI, foi o convidado da rubrica Cala-te Boca, da rádio Mega Hits, com Maria Seixas Correia, Mafalda Castro e Conguito. Entre as muitas perguntas colocadas ao jovem, de 23 anos, a primeira foi se algum dia ele se arrependeu de ter trocado a SIC pelo canal de Queluz. Decidido, um dos atuais coordenadores do “Em Família”, programa da mesma estação, respondeu sem rodeios à questão colocada por Maria Seixas Correia: “Não, não me arrependi. Acima de tudo, todas as experiências nos enriquecem de alguma forma, conheci pessoas extraordinárias na TVI. Se tenho saudades de algumas pessoas da SIC? Claro que sim. Fui muito feliz nos projetos que fiz na SIC e não fiquei a mal com o canal, mas a TVI também já me deu muito. Só me arrependo do que não faço”. Leia mais aqui.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS