Saiba quanto Tony e David Carreira cobram por concerto

Tony Carreira e o filho David foram os artistas que mais concertos deram neste verão. Saiba quanto cada um dos cantores cobra por espetáculo.

Saiba quanto Tony e David Carreira cobram por concerto

Saiba quanto Tony e David Carreira cobram por concerto

Tony Carreira e o filho David foram os artistas que mais concertos deram neste verão. Saiba quanto cada um dos cantores cobra por espetáculo.

Tony e David Carreira ganharam milhares de euros só neste verão. Uma revista semanal apurou quanto é que os dois cantores cobram por cada concerto, somou o número de espetáculos que estes tinham agendados para estes meses e fez as contas. Tony Carreira e David foram os artistas nacionais que mais espetáculos deram nos meses de julho e agosto. De acordo com o Portal BASE, que centraliza a informação sobre os contratos públicos celebrados em Portugal (continente e regiões autónomas), e que é citado pela TV Mais, os dois cantores auferiram mais de meio milhão de euros. Tony Carreira cobra entre 35 e 49 mil euros (sem IVA) por concerto, enquanto David Carreira leva entre 19 e 35 mil (também sem IVA).

Mickael Carreira, o filho mais velho de Tony, também é cantor, mas não tem tanto sucesso como o pai e o irmão. O cantor deu menos concertos neste verão, mas esse facto deve-se também ao facto de ser pai e de fazer questão de passar grande parte do tempo em família. Recorde-se que o artista tem uma relação há vários anos com Laura Figueiredo e é pai de Beatriz, de cinco anos.

Tony Carreira diz-se vítima de preconceito

Tony Carreira esteve no programa Dois às 10, no dia 4 de julho, para divulgar a sua mais recente canção, “Lisboa”. Em conversa com os apresentadores, o cantor, de 58 anos, afirmou-se vítima de preconceito por parte das rádios portuguesas. “As minhas músicas não tocam em lado nenhum. Há um preconceito, naturalmente, e que eu tenho a noção que é para a vida”, disse em conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz. Questionado se isso o magoava, Tony Carreira respondeu: “Já me magoou, mas agora já não. Claro que gostaria mais que tocassem, mas, não tocando, já não me incomoda assim tanto, porque já me habituei à ideia e, no fundo, não impede nada de acontecer, porque tenho um público extraordinário”.

Na mesma entrevista, Tony Carreira acabou também por falar sobre o processo que investiga o acidente que vitimou a filha, Sara Carreira, a 5 de dezembro de 2020. O cantor mostrou-se revoltado com a justiça portuguesa por, dois anos passados, ainda não saber o que realmente aconteceu naquela noite. Continue a ler aqui.

Texto: Patrícia Correia Branco;
Fotos: Impala e Reprodução redes sociais

Impala Instagram


RELACIONADOS