«Uma vizinha tocou à minha campainha para se certificar que eu não maltratava o meu filho»

O meu filho tem quase três anos e anda a passar uma fase um pouco complicada e chora por tudo e por nada.

«Uma vizinha tocou à minha campainha para se certificar que eu não maltratava o meu filho»

«Uma vizinha tocou à minha campainha para se certificar que eu não maltratava o meu filho»

O meu filho tem quase três anos e anda a passar uma fase um pouco complicada e chora por tudo e por nada.

O meu filho tem quase três anos e anda a passar uma fase um pouco complicada e chora por tudo e por nada.

De início importava-me e tentava acalmá-lo, mas chegou a um ponto em que perdi a paciência, porque achava que ainda era pior. Prefiro deixá-lo a pensar na vida e que se acalme sozinho, do que eu estar lá a «mandar vir» ou a «apaparicá-lo».

À conta dessas birras tontas, recentemente tive um episódio inédito. Estava eu a pô-lo no banho e a gritaria começou. Geralmente a hora do banho é a pior parte do dia. Ele grita, esperneia e depois lá se cala enquanto está na água. Depois chora para sair, chora para vestir e para secar o cabelo. É uma verdadeira aventura!

Leia mais sobre este artigo no site da Crescer

LEIA MAIS

Ex-jogador holandês sofre de doença degenerativa e anuncia o dia da morte

Benfica multado em mais de 60 mil euros

Impala Instagram


RELACIONADOS