Pipoca e a demora em aceitar convite de Goucha: «Não me sentia capaz»

A Pipoca Mais Doce aceitou, ao final de dois meses, o convite de Manuel Luís Goucha para ser entrevistada em direto na TVI. A conversa aconteceu esta quarta-feira, no vespertino do canal de Queluz de Baixo.

Pipoca e a demora em aceitar convite de Goucha: «Não me sentia capaz»

Pipoca e a demora em aceitar convite de Goucha: «Não me sentia capaz»

A Pipoca Mais Doce aceitou, ao final de dois meses, o convite de Manuel Luís Goucha para ser entrevistada em direto na TVI. A conversa aconteceu esta quarta-feira, no vespertino do canal de Queluz de Baixo.

O convite lançado a A Pipoca Mais Doce, alter ego de Ana Garcia Martins, para ser entrevistada por Manuel Luís Goucha foi feito em março passado, mas só esta quarta-feira, 19 de maio, é que a ex-comentadora do “Big Brother” se sentou em frente ao apresentador da TVI para responder a todas as suas perguntas. Ana Garcia Martins, nome de batismo da comediante, demorou dois meses a dizer “sim” porque, até agora, não se sentia “capaz”.

Nas redes sociais, A Pipoca Mais Doce explica que “queria muito” e sempre sentiu ser “uma honra poder ser entrevistada pelo Manuel Luís”, mas na altura em que o convite surgiu, sabia que ia “mostra uma versão muito fragilizada” de si “ou ia ter de fingir que estava incrível”. “Não me apetecia nenhuma das hipóteses”, justificou, referindo-se ao período que sucedeu à sua separação, ao final de dez anos e anunciada em fevereiro, de Ricardo Martins Pereira. “Acho que um dos piores lados desta coisa de ser (mais ou menos) figura pública é esse, exigirem-nos timings que, muitas vezes, não são os nossos. Exigirem-nos explicações que, muitas vezes, ainda nem sequer conseguimos dar a nós mesmos, quanto mais aos outros”, prosseguiu.

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS