Núria Madruga lembra abraço que «pai não pôde ter» antes de morrer

Chocada com os recentes números da covid-19 em Portugal, Núria Madruga deixou mensagem de sensibilização aos fãs e recordou “último abraço” que não deu ao pai por causa da pandemia.

Núria Madruga lembra abraço que «pai não pôde ter» antes de morrer

Núria Madruga lembra abraço que «pai não pôde ter» antes de morrer

Chocada com os recentes números da covid-19 em Portugal, Núria Madruga deixou mensagem de sensibilização aos fãs e recordou “último abraço” que não deu ao pai por causa da pandemia.

Núria Madruga perdeu recentemente o pai, que morreu vítima de um cancro, e passou o Natal e Passagem de Ano confinada em casa, depois de o marido e o filho testarem positivo à covid-19. Perante o crescente número de infetados e mortos em Portugal, a atriz recorreu às redes sociais para sensibilizar os fãs para a necessidade de haver cuidados redobrados nesta fase.

“Nos últimos 5 dias, são estes os números de novos casos de infeção e mortes“, começou por escrever na legenda de uma imagem onde partilha o número de mortos (472) e de infetados (39.455) nos últimos cinco dias.

Tal como escreve a Nova Gente, no mesmo texto, Núria Madruga recordou o pai, Constantino Silva, que morreu em novembro do ano que passou, com 66 anos.

“Não sou ninguém para dar lições de moral e dizer o que cada um deve fazer. Já andamos quase há um ano nisto, estamos todos cansados e a ficar desesperados. Não vou falar do Natal que não tivemos, da passagem de Ano, do aniversário do meu filho mais novo, nem do isolamento que ainda estou obrigada a fazer. Mas quero falar-vos do último abraço que o meu pai não pôde ter nos últimos dias de vida em que esteve no hospital”, escreveu.

“Não ignorem sintomas. Aquilo que pensamos ser uma gripe ou constipação, pode pôr alguém no hospital. Protejam-se a vocês e aos outros”, concluiu.

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: Reprodução Instagram

LEIA MAIS
«Empatei-lhe a vida», diz Júlia Pinheiro sobre carreira do filho

 

Impala Instagram


RELACIONADOS