Maria Botelho Moniz queria ter estado grávida quando o ex-namorado morreu

Maria Botelho Moniz emocionou-se no “Dois às 10” desta terça-feira, 22 de junho, depois de falar com uma das convidadas do programa da TVI e recordar o ex-namorado, Salvador.

Maria Botelho Moniz queria ter estado grávida quando o ex-namorado morreu

Maria Botelho Moniz queria ter estado grávida quando o ex-namorado morreu

Maria Botelho Moniz emocionou-se no “Dois às 10” desta terça-feira, 22 de junho, depois de falar com uma das convidadas do programa da TVI e recordar o ex-namorado, Salvador.

Maria Botelho Moniz não conteve a emoção na manhã desta terça-feira, 22 de junho, depois de falar com uma das convidadas do programa “Dois às 10“, da TVI. Marta ficou viúva com apenas 23 anos, depois de o marido perder a vida num acidente. A apresentadora passou pelo mesmo em março de 2014, quando morreu o noivo, Salvador Quintela.

Por essa razão, Cláudio Ramos entendeu que deveria deixar as duas sozinhas e sentou-se num outro sofá do estúdio, para assistir à conversa “como um telespectador”. Mas, antes, tocou num ponto fulcral: Marta e João (como se chamava o marido) tinham sido pais seis meses antes da tragédia.

“Tudo o que eu queria era estar grávida”, disse Maria Botelho Moniz

“Isto que o Cláudio dizia, de pessoas que dizem: ‘ainda bem que eu não estava grávida’… eu sou uma dessas pessoas. Mas quando me deram a notícia, era tudo o que eu queria, era estar grávida. Queria ter esse pedacinho dele. Depois com o passar do tempo penso: ‘ainda bem’. Mas ainda tenho essa dúvida”, comenta a apresentadora, visivelmente emocionada.

Maria Botelho Moniz aproveitou ainda para dizer que tanto ela como Marta (e todas as jovens que passam pela mesma dor) não são “coitadinhas”. “Falar deles é mantê-los vivos! Beijinhos lá para cima”, finda a apresentadora, apontando para o teto.

A comunicadora da estação de Queluz de Baixo reencontrou o amor ao lado do piloto Pedro Bianchi Prata.

Texto: Ivan Silva; Fotos: Reprodução

 

Impala Instagram


RELACIONADOS