Mãe de Rui Pedro: «Chamem-me louca, mas eu acredito que posso saber do meu filho»

Mãe de Rui Pedro: «Chamem-me louca, mas eu acredito que posso saber do meu filho»

Filomena Teixeira, a mãe de Rui Pedro, foi entrevistada por Cristina Ferreira e revelou como é que tem conseguido sobreviver com esta dor

Rui Pedro tinha 11 anos, quando, no dia 4 de março desapareceu. Passaram 20 anos e, agora, o menino que Portugal inteiro procurou pode ter 32 anos. Filomena Teixeira, a mãe de Rui Pedro, foi entrevistada por Cristina Ferreira e revelou como é que tem conseguido sobreviver com esta dor.

«É muito difícil. [O sorriso] é uma arma que eu utilizo para me mascarar durante todo o dia. O coração sangra, mas a Filomena tem de apresentar um sorriso. Eu respiro os meus filhos. Não podemos sufocar no sofrimento», começa por dizer.

«Eu acho que sou muito frágil mas apresento uma mulher de força. Tento, chego todos os dias ao espelho e digo assim: ‘É mais um dia’», relata, confiante.

Filomena não perde a esperança e todos os dias acorda com vontade de lutar pelo filho desaparecido. «A vontade é viver para saber dele. Eu tenho de saber dele, tenho de saber o que aconteceu. Esse é o meu objetivo e para a minha filha que é o ser que eu mais adoro neste mundo.»

Ao pescoço, a mãe de Rui Pedro usa um colar especial. «Simboliza a minha filha e o meu filho. Ele está comigo, respira comigo e dá-me conselhos muitas vezes. Ela é a minha força, o que me faz viver, o que impulsa para a frente. Quando eu estou mais em baixo ele tenta logo dizer ‘não pode ser’.»

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Mãe de Rui Pedro: «Chamem-me louca, mas eu acredito que posso saber do meu filho»

Filomena Teixeira, a mãe de Rui Pedro, foi entrevistada por Cristina Ferreira e revelou como é que tem conseguido sobreviver com esta dor