Mãe de Manuel Luís Goucha tem 95 anos e vive acompanhada «com duas colaboradoras»

Depois de ter ultrapassado um cancro da mama, aos 95 anos, a mãe de Manuel Luís Goucha está sempre acompanhada

Mãe de Manuel Luís Goucha tem 95 anos e vive acompanhada «com duas colaboradoras»

Depois de ter ultrapassado um cancro da mama, aos 95 anos, a mãe de Manuel Luís Goucha está sempre acompanhada

Manuel Luís Goucha foi protagonista de uma conversa intensa com Fátima Lopes no programa A Tarde É Sua, na TVI, desta terça-feira, 19 de março. O tema da conversa foi o envelhecimento paterno e os apresentadores falaram de como os filhos lidam com o facto de os pais envelhecerem. No Dia do Pai, a estrela das manhãs do canal de Queluz de Baixo acabou reviver um período mais complicado vivido pela mãe, até porque do progenitor poucas memórias tem.

«A minha mãe teve um cancro da mama aos 90 anos», revelou o companheiro de Maria Cerqueira Gomes no Você na TV. O anfitrião quis exemplificar como a mãe, Maria de Lourdes, agora com 95 e a viver em Coimbra, é uma mulher autónoma, embora tenha pregado sustos aos filhos.

 «Se tiver de tirar as duas, tiro, não me fazem falta nenhuma»

A equipa médica que a seguiu avisou-a que o nódulo que lhe foi descoberto numa mama não iria «evoluir» de forma positiva. «Ela teve de fazer mastectomia parcial. Eu estava a fazer o programa [ainda ao lado de Cristina Ferreira]. Ela foi para uma clínica privada», prosseguiu Goucha, acrescentando que a mãe tirou «parte da mama» e, despreocupada, lhe disse: «Se tiver de tirar as duas, tiro, não me fazem falta nenhuma». Quatro dias depois, estava em casa.

Maria de Lourdes vive «acompanhada 24 horas por dia com duas colaboradoras», explicou Goucha. «Tenho essa facilidade económica», admitiu o apresentador, frisando ainda que tentou levar a mãe para junto de si, mas que tirá-la da casa onde sempre viveu iria «matá-la».

«Ela disse que eu já não gostava dela porque estava a envelhecer»

Goucha, de 64 anos, admite que o envelhecimento de Maria de Lourdes foi complicado para si. «Ver os cabelos brancos da minha mãe foi um choque. Saí de casa aso 16 anos, a imagem que tinha dela durante anos foi de que era deslumbrante, que cuidou dos filhos sozinha, que se separou há 60 anos», relata. Um outro episódio marcou o apresentador, tinha a mãe 80 anos e Manuel Luís Goucha conduzia A Praça da Alegria ao lado de Sónia Araújo, na RTP1. «Ela foi ao Porto ao médico e eu fui brusco com ela. Ela disse que eu já não gostava dela porque estava a envelhecer. Ela é frágil, é insegura, muito mal amada. A partir dali, percebi…».

Fátima Lopes quis saber como o colega ajudou a progenitora. «Ela mostrou resiliência. A minha mãe é independente, ela promove a independência. Ela quer ter o seu canto… Foi-se adaptando, eu é que não me apercebi de que ela estava a envelhecer. Ela está lúcida, é senhora do seu nariz e eu herdei isso dela», completa.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Impala e reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS