Leonor Poeiras assume depressão: “Passo noites muito complicadas”

Leonor Poeiras fala sobre o sofrimento que vive desde que foi afastada da televisão e admite o quanto lhe custa não ter o apoio dos pais e de Mariama Barbosa, que morreu em julho deste ano, durante esta fase difícil.

Leonor Poeiras assume depressão:

Leonor Poeiras assume depressão: “Passo noites muito complicadas”

Leonor Poeiras fala sobre o sofrimento que vive desde que foi afastada da televisão e admite o quanto lhe custa não ter o apoio dos pais e de Mariama Barbosa, que morreu em julho deste ano, durante esta fase difícil.

Leonor Poeiras abriu o coração aos fãs e admitiu estar a passar por uma depressão. O duro desabafo foi feito através de um direto na rede social Instagram, durante a manhã desta quarta-feira, 26 de outubro. “Não é uma questão de ficar melhor, é de aceitar. Ok, não estou numa fase boa. Perdi o trabalho, perdi os meus pais, perdi a minha melhor amiga… Tive de aceitar as coisas que me aconteceram e tentar projetar o futuro. Tive de tentar evitar maus pensamentos”, começou por dizer Leonor Poeiras, referindo-se à falta do apoio paternal e à morte de Mariama Barbosa, que morreu em julho deste ano, vítima de um cancro.

Mais, a antiga apresentadora relatou ainda todo o sofrimento que sente e assume precisar de ajuda para consegui ultrapassar esta fase difícil: “Tenho dias ótimos, muito bons. Mas as minhas noites continuam a ser muito complicadas. E vai ser assim até a minha vida estabilizar. Já não falta muito, mas ainda falta um bocadinho”.

Outra das causas que levaram Leonor Poeiras a este estado de espírito mais sensível foi o afastamento da televisão, já há vários meses, após ter sido dispensada da TVI ao fim de 17 anos de vínculo laboral, bem como, o facto de enfrentar um processo em tribunal contra a estação de Queluz Baixo. A comunicadora falou em injustiça e denunciou o que “se passa” no mundo televisivo.

“É uma loucura perder o trabalho e processar um canal”

“O meu advogado ajudou a que me sentisse melhor, a partir do momento em que se sentou e ouviu a minha história toda. Até estou emocionada, porque foi muito importante para mim. É uma loucura perder o trabalho e processar um canal. Ao fazer isso, perco oportunidade em todos, porque estou a denunciar o que se passa na televisão“, referiu e acrescentou: “Mas quando o meu advogado me disse que eu tenho razão em me sentir injustiçada, isso foi mesmo muito importante para mim”.

Por fim, Leonor Poeiras revelou que se sente “sozinha” no mundo. “Eu não tenho pai nem mãe, não tenho esse apoio. Sermos órfãos mexe muito connosco. Parece que ficamos sozinhos. Quem me pôs no mundo, já não está cá “, lamentou. As alegações finais do processo que Leonor Poeiras colocou contra a TVI estavam marcadas para o passado dia 14 de outubro, no Tribunal de Cascais. Contudo, segundo o Correio da Manhã, a TVI fez um “requerimento de denúncia” apenas dois dias antes da audiência o que levou a um novo adiamento. Continue a ler aqui.

Texto: Carolina Sousa;
Fotos: Redes Sociais

Impala Instagram


RELACIONADOS