Viúvo de Maria João Abreu desabafa: “Tem momentos em que me apetece morrer”

João Soares, viúvo de Maria João Abreu, abriu o coração a Fátima Lopes para falar sobre a forma como está a lidar com a perda da atriz.

Viúvo de Maria João Abreu desabafa: “Tem momentos em que me apetece morrer”

João Soares, viúvo de Maria João Abreu, abriu o coração a Fátima Lopes para falar sobre a forma como está a lidar com a perda da atriz.

João Soares foi um dos convidados da Caixa Mágica, da SIC. O viúvo de Maria João Abreu abriu o coração a Fátima Lopes para falar sobre a forma como está a lidar com a perda da atriz, que morreu há quase um ano, no dia 13 de maio de 2021. “Obviamente que estou a seguir para a frente e quero muito, porque acho que a vida continua, por muito que nos doa. As coisas são assim mesmo. Agora, onde é que vamos arranjar forças? Como é que fazemos? Acho que é a vida em si, porque os minutos continuam a passar, as horas e os dias, portanto temos de fazer com que eles valham a pena”, começou por dizer o músico da banda Namorados da Cidade.

Mónica Sintra cala críticas: “Estás um pouco estragada”
Mónica Sintra foi alvo de várias críticas ao corpo depois de ter publicado uma foto no Facebook. Sem papas na língua, a cantora calou os comentários (… continue a ler aqui)

Emocionado, João Soares confessou que têm sido meses “muito difíceis”. “Todas as pessoas que conheciam a João, ainda hoje, está quase a fazer um ano, e ainda há muita gente que me diz que sente muitas saudades dela, pessoas que se calhar partilharam com ela meia dúzia de horas no estúdio…”, confidenciou o viúvo de Maria João Abreu, que foi casado com a atriz durante 13 anos.

“Tem momentos em que me apetece morrer”, desabafa João Soares

E continuou, revelando que há “momentos em que lhe apetece morrer”: “Agora, quem vivia com ela, é um processo mais complicado, é um processo muito duro. Todos os dias tem momentos em que me apetece morrer, outros momentos que quero viver muito para a homenagear, obviamente que é por aí eu vou. Não tenho dias difíceis e fáceis, todos os dias têm bocadinhos difíceis, todos os dias têm bocadinhos fáceis.” “A João era uma pessoa de sentimentos, muito da demonstração de sentimentos, e eu também o era. Embora eu não o demonstrasse tanto, sempre fui um bocadinho lamechas”, acrescentou.

Focado no trabalho, João Soares revelou que a banda Namorados da Cidade, que surgiu em 2015, tem uma vasta agenda de concertos marcados por todo o País.

Texto: Mafalda Mourão; Fotos: Reprodução SIC

Impala Instagram


RELACIONADOS