Jessica Athayde recusa visitas: «Há sempre amigas ou familiares que levam a mal estas decisões»

Jessica Athayde admite que tem preferido ficar em casa, apenas dedicada ao filho.

Jessica Athayde recusa visitas: «Há sempre amigas ou familiares que levam a mal estas decisões»

Jessica Athayde admite que tem preferido ficar em casa, apenas dedicada ao filho.

Jessica Athayde foi mãe há cerca de duas semanas. A atriz conta que tem dispensado visitas das amigas e que os seus últimos dias têm sido dedicados ao filho Oliver, fruto do seu relacionamento com Diogo Amaral.

Num texto publicado no seu blogue, a atriz revela que avisou «com antecedência» que ia querer ficar recatada em casa e que o primeiro mês após o nascimento do bebé «ia ser sagrado para estar sem visitas, em bonding» com a «nova família (mesmo com o Diogo em gravações [da série da SIC Golpe de Sorte])».

Há sempre amigas ou familiares que levam a mal estas decisões, mas numa altura tão nova e importante na minha vida, realmente só me apetece estar num ninho com o Diogo e o Oliver. Não me importo minimamente com quem leva a mal, o Oliver é muito pequeno ainda e também não o quero de colo em colo… Vejam só eu em mãe galinha!», escreve Jessica.

«Vamos ver uma coisa… Uma pessoa está de pontos e fraldas e nem sempre consegue ter tempo para lavar o cabelo, não tenho roupa que me sirva ainda, portanto também me encontro em modo de camisas largas. Com tudo isto apetece-me estar à vontade na minha casa e não fazer sala ou cerimónias, ou estar preocupada se há chá ou café – muito menos quando estou a dormir pouco», justifica.

A atriz, de 33 anos, desabafa ainda sobre a «aventura» que tem sido os dias mais recentes, uma vez que Oliver tem sofrido com cólicas.
«Se estava cansada antes, agora bate a exaustão. Depois, as nossas hormonas não facilitam e se eu choro com um simples anúncio, por mais que consiga estar serena e tranquila a tentar acalmá-lo durante as cólicas. Já há noites que me deito a verter umas quantas lágrimas na almofada, por sentir que não posso fazer mais nada para o aliviar das dores», desabafa.

«Sugestões são bem vindas», termina.

Texto: Ana Filipe Silveira com Redação WIN; Fotos: reprodução redes sociais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS