Helena Sacadura Cabral recorda últimas palavras do filho Miguel Portas antes de morrer

Helena Sacadura Cabral confidenciou o pedido que o filho Miguel Portas lhe fez antes de morrer, em abril de 2012, vítima de um cancro no pulmão.

Helena Sacadura Cabral recorda últimas palavras do filho Miguel Portas antes de morrer

Helena Sacadura Cabral confidenciou o pedido que o filho Miguel Portas lhe fez antes de morrer, em abril de 2012, vítima de um cancro no pulmão.

Helena Sacadura Cabral abriu o coração a Manuel Luís Goucha, numa entrevista que foi para o ar na tarde desta terça-feira, 19 de outubro, na TVI. A escritora, de 86 anos, recordou o filho mais velho, Miguel Portas, que morreu aos 53 anos, vítima de cancro do pulmão.

Ao apresentador das tardes do canal de Queluz de Baixo, Helena Sacadura Cabral lembrou as últimas palavras que ouviu de Miguel Portas antes deste perder a vida. “Ele fez-me um pedido difícil (…) foram as últimas palavras que ele me disse. Disse-me: ‘Ó mãe, siga cá em baixo como se eu estivesse cá. Não entre pelos dramas, pelos choros, não faça isso, não é a sua maneira de ser. Eu tenho muita honra que a mãe cumpra tudo o que tem marcado como se eu cá estivesse’…”, revelou.  Foi o cardeal Tolentino de Mendonça, avançou ainda a escritora, que a ajudou a superar a perda: “Eu disse-lhe: ‘Olhe, Cardeal Tolentino, eu só vou aguentar isto, só vou aguentar esta dor, se você me der colo, se não me der colo eu acho que sucumbo” e foi o que aconteceu…”.

LEIA MAIS Covid-19: Putin dá uma semana de férias aos russos para travar pandemia

Miguel Portas morreu ao final da tarde do dia 24 de abril de 2012 no Hospital ZNA Middelheim, em Antuérpia, na Bélgica. O eurodeputado e fundador do Bloco de Esquerda (BE) não resistiu ao desgaste dos tratamentos e à própria doença, um tumor maligno no pulmão direito, diagnosticado no verão de 2010.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS