Gouveia e Melo inventa navio de 130 milhões de euros

Gouveia e Melo criou um porta-aviões para drones que considera revolucionário e o Governo vai financiá-lo. “Somos os primeiros a conceber um navio destes”, disse

Gouveia e Melo inventa navio de 130 milhões de euros

Gouveia e Melo inventa navio de 130 milhões de euros

Gouveia e Melo criou um porta-aviões para drones que considera revolucionário e o Governo vai financiá-lo. “Somos os primeiros a conceber um navio destes”, disse

O Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA) continua a surpreender os portugueses. Depois de se ter tornado a estrela maior do plano de vacinação contra a covid-19, agora inventou um navio a pensar na guerra do futuro, um porta-aviões para drones que custa 130 milhões de euros e será financiado pelo Governo através do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR). Essa informação foi confirmada por Gouveia e Melo na inauguração da primeira Zona Livre Tecnológica em Portugal, no Centro de Experimentação Operacional da Marinha, em Troia. “No futuro, vamos ter um navio, que também será financiado no âmbito do PRR, que vai servir como um porta-drones, um porta-aviões para drones.” 

Ao Expresso, o almirante revelou que inventou e deu a conhecer este projeto num ensaio em 2019, nos Cadernos Navais, e acrescentou: “Este é um navio revolucionário. O próprio desenho e conceito é de um navio revolucionário. Somos os primeiros a conceber um navio destes. Serve de plataforma multiplicadora de capacidades robotizadas. Esse é o verdadeiro conceito.” Este porta-drones deverá pesar cerca de cinco mil toneladas, transportar mais de 50 drones armados, capazes de voar 24 horas seguidas a uma média de 150 quilómetros por hora. Ao semanário, Gouveia e Melo explica: “Temos uma Marinha pequena e um espaço marítimo do tamanho da Europa: se não for através da tecnologia, não conseguimos chegar lá […]. Tem a capacidad

Veja a notícia completa aqui

Notícia www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS