Filho de Ágata acusado de perseguir menor durante seis anos antes de a violar

Marco, filho de Ágata, é ainda acusado de enviar fotos suas nu a uma outra menor, que conheceu igualmente numa festa local

Iniciou-se esta terça-feira, no Tribunal de Ponta Delgada o julgamento de Marco de Sousa Caneira, de 38 anos, filho da cantora Ágata, acusado pelo Ministério Público de violar uma jovem de 14 anos, no final de uma festa popular realizada na freguesia de Nossa Senhora dos Remédios, na Povoação.

É ainda acusado pelo Ministério Público da autoria de um crime de violação agravado, um crime de tentativa de pornografia de menores agravado e um crime de importunação sexual, avança o jornal Açoriano Oriental.

O crime remonta a 18 de setembro de 2016, e terá ocorrido no interior de um gabinete da Junta de Freguesia da Nossa Senhora dos Remédios, na Povoação, no final de um espetáculo musical.

Segundo conta o jornal Açoriano Oriental na sua versão impressa desta terça-feira, dia 4 de dezembro, Marco tinha 36 anos na altura dos factos.

«Deslocou-se à ilha de São Miguel como agente de um cantor que participou nas festas de Nossa Senhora dos Remédios, na Lomba do Loução, tendo mantido atos sexuais com uma jovem de 14 anos enquanto a banda participava num beberete e distribuía autógrafos», pode ler-se na notícia.

Segundo a mesma notícia, o filho da cantora conhecia a jovem há seis anos, tendo o primeiro contacto sido feito noutras festas populares e desde 2014 que conversava com a jovem através do Facebook, chegando inclusivamente a trocar o número de telemóvel.

Diz  acusação do Ministério Público que, em agosto de 2016, o arguido viu a menor a beijar um rapaz numa festa nos Mosteiros, tendo começado «a assediá-la através do telemóvel para manterem relações sexuais».

LEIA MAIS: Filho de Ágata julgado por violação de jovem de 14 anos

Marco enviou foto nu para outra menor

O arguido abordou ainda uma outra jovem menor, que conheceu numas festas populares no concelho da Ribeira Grande, refere a investigação da Polícia Judiciária.

Ter-lhe-à enviando mensagens através do Facebook, escrevendo palavras como «gostosa, fofa e linda». Ter-lhe-à ainda solicitando, por diversas vezes, que lhe enviasse fotos do seu próprio corpo despida. A menor nunca o fez, mas Marco, segundo a acusação pública, enviou uma foto sua totalmente despido.

Para além destas  investidas, terá feito o convite para através da webcam, para o ver a masturbar-se, mas a jovem não acedeu ao convite e bloqueou-o na sua conta no Facebook.

Sobre os dois casos, a acusação do Ministério Público reitera que «o arguido tinha perfeita consciência da idade das menores e não obstante disso, não se absteve das suas condutas a fim de satisfazer os seus instintos libidinosos, bem sabendo que, dessa forma, punha em causa o livre desenvolvimento da personalidade das mesmas na esfera sexual», diz o mesmo jornal.

Marco alega depressão para não estar presente em tribunal

Marco foi chamado à Polícia Judiciária, mas recusou prestar declarações. Foi-lhe aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência e, próximo do julgamento, contestou a acusação do Ministério Público.

Alegou que esteve sempre a acompanhar a banda numa sessão de autógrafos na sede da Junta de Freguesia dos Remédios da Povoação, sendo que quando acabou a sessão de autógrafos contou que se deslocou ao hotel e negou ter estado sozinho com a menor.

A defesa do arguido negou ainda as acusações referentes à outra menor que foi assediada através do Facebook, defendendo que as mensagens recolhidas através das conversas na internet ou telemóvel, não foram realizadas por Marco de Sousa Caneira, nem devem ser validadas pelo tribunal em julgamento.

Marco não esteve presente no julgamento que decorreu esta terça-feira, dia 4, legando que está a atravessar uma depressão, optando por deixar a sua defesa a cargo do advogado.

Solicitou, portanto, autorização ao tribunal para iniciar o julgamento sem a sua presença. O julgamento decorreu à porta fechada no tribunal de Ponta Delgada.

Texto: Marta Amorim | Fotos: Impala

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS