Filha mais velha de Bruno de Carvalho acusa a mãe de violência e abandono

Ana Catarina Carvalho, filha mais velha do ex-presidente do Sporting, sai em defesa do pai e faz revelações chocantes sobre a progenitora, Irina Yankovich

A filha mais velha de Bruno de Carvalho refuta as alegações feitas pela mãe, Irina Yankovich, que acusa o ex-presidente do Sporting de ser um «psicopata» e de sofrer perturbações mentais.

Numa longa carta aberta «a uma mãe de que nunca o foi», Ana Catarina, de 15 anos, ataca ferozmente a mãe que, esta sexta-feira, 10 de agosto, concedeu mais uma entrevista à revista TV Guia, na qual lança mais acusações a Bruno de Carvalho.

LEIA MAIS: Dos beijos molhados ao ar de labrego. Tudo sobre a conversa secreta de Bruno Carvalho

«Sabendo que a minha mãe vai dar a sua terceira entrevista e envergonhar-me, outra vez, com a sua loucura e mentiras, não consigo ficar mais calada», começa por escrever Ana Catarina.

Irina Yankovich diz ter sido alvo de «agressões psicológicas« por parte do ex-companheiro e que teve mesmo de fugir de casa. Algo que Ana Catarina Carvalho refuta.

«O meu pai nunca me escondeu nada. Sempre soube quem era ela, de onde vinha e o que fazia. Nunca me disse nada de mal para me colocar contra ela, nem me impediu de ter qualquer contacto com ela. Sempre fui livre de tomar as minhas decisões», explica a jovem, relembrando as razões pelas quais ficou ao cuidado do pai desde bebé e dando a entender que a mãe se prostituía.

«O meu pai ganhou a minha guarda total porque, por exemplo, o relatório do psiquiatra da altura sobre a minha mãe… nem quero falar disso. Nunca quis saber de mim e agora anda outra vez a vender-se por dinheiro, mas desta vez para dar entrevistas», conta.

Acusações de violência doméstica e agressões

Ana Catarina Carvalho é a mais velha das três filhas do ex-presidente do Sporting. Bruno de Carvalho é ainda pai de Diana, de três anos, fruto da relação com Cláudia Dias Gomes e de Leonor, de cinco meses, fruto do casamento com Joana Ornelas. A adolescente revela também que a progenitora a violentou.

LEIA MAIS: «Tira essa camisola, vamos f*der-te!», os relatos dos jogadores na invasão à Academia Sporting

«Se queres dizer a verdade vamos falar as duas das tareias que davas às tuas filhas, de forma como me violentavas quando eu era bebé e chorava ou o facto de nunca me teres ligado num aniversário ou seja no que for em 15 anos», escreve Ana Catarina.

A jovem vai mais longe e afirma mesmo que a mãe a poderia ter traficado, não fosse o pai ter assumido a guarda total. «Contigo tinha acabado vendida por um taxista, ou num hospital, de forma recorrente, pelas tareias que gostas de dar às tuas filhas»

A filha de Bruno de Carvalho tem ainda mais duas irmãs por parte da mãe. E é sobre elas que lança dúvidas nesta carta aberta «Já agora o pai da tua filha Mónica sabe onde está a filha dele ou fugiste com ela?», escreve Ana Catarina, dizendo ainda que a progenitora é de «baixo nível». «Ganha vergonha pois de 3 filhas já perdeste a mais velha, eu e a Mónica, mal possa, não acredito que vá ficar ao teu lado.», escreve ainda.

Bruno de Carvalho ficou com a guarda total de Ana Catarina quando a jovem tinha três anos.

Esta é mais uma polémica que vem ensombrar a vida de Bruno de Carvalho. O presidente do Sporting estará já em processo de divórcio de Joana Ornelas, com quem está casado há pouco mais de um ano.

LEIA MAIS: Eduardo Cintra Torres sobre Bruno de Carvalho e Joana Ornelas: «Até lhes chamava o Casal Ventoso»

Leia a carta na íntegra:

«Carta aberta a uma mãe que nunca o foi…

Sabendo que a minha mãe vai dar a sua 3 entrevista e envergonhar-me, outra vez, com a sua loucura e mentiras, não consigo ficar mais calada. São meses a ver a figura ridícula que é a minha mãe e que ela anda a mostrar com ‘orgulho’.

O meu pai nunca me escondeu nada. Sempre soube quem era ela, de onde vinha e o que fazia. Nunca me disse nada de mal para me colocar contra ela, nem me impediu de ter qualquer contacto com ela. Sempre fui livre de tomar as minhas decisões.

Faz meses que tinha a informação que um tal de João Bénard Garcia e um Pereira Cristovão andavam a oferecer dinheiro para ela vir dizer mal do meu pai, avó, de todos os que me amaram e me fizeram ser quem sou.

O meu pai ganhou a minha guarda total porque, por exemplo, o relatório do psiquiatra da altura sobre a minha mãe… nem quero falar disso. Nunca quis saber de mim e agora anda outra vez a vender-se por dinheiro, mas desta vez para dar entrevistas.

Se queres dizer a verdade vamos falar as duas das tareias que davas às tuas filhas, de forma como me violentavas quando eu era bébé e chorava ou o facto de nunca me teres ligado num aniversário ou seja no que for em 15 anos. Não prestas, como agora ainda pude perceber melhor, nem o tempo de te mudou.

Amo o meu pai, tenho um orgulho tremendo nele, na minha avó, na rapariga que me tornei…

Contigo tinha acabado vendida por um taxista, ou num hospital, de forma recorrente, pelas tareias que gostas de dar às tuas filhas.

Já agora o pai da tua filha Mónica sabe onde está a filha dele ou fugiste com ela?

Não és nada a não ser alguém que se vende por um punhado de euros…

Faz quase 12 anos o tribunal decidiu e está decidido: guarda total para o meu pai, mesmo tendo tu contado todas as mentiras que tens dito nestas entrevistas…

Ganha vergonha pois de 3 filhas já perdeste a mais velha, eu e a Mónica, mal possa, não acredito que vá ficar ao teu lado.

Que duro é ter uma mãe deste baixo nível, mas que sorte Deus me deu em me dar um pai e uma avó que sempre conseguiram tirar essa mágoa dentro de mim.»

LEIA MAIS: Bruno de Carvalho é o quarto candidato ao Sporting a formalizar entrega de listas

Fotos: Impala e reprodução Instagram


RELACIONADOS

Filha mais velha de Bruno de Carvalho acusa a mãe de violência e abandono

Ana Catarina Carvalho, filha mais velha do ex-presidente do Sporting, sai em defesa do pai e faz revelações chocantes sobre a progenitora, Irina Yankovich