Fernanda Serrano admite já não amar Pedro Miguel Ramos: «O amor deixou de existir»

Fernanda Serrano relatou a Manuel Luís Goucha o episódio como contou aos quatro filhos que estava separada de Pedro Miguel Ramos. «Os pais seguem vidas diferentes, com um percurso diferente, mas ao vosso lado»

Fernanda Serrano admite já não amar Pedro Miguel Ramos: «O amor deixou de existir»

Fernanda Serrano admite já não amar Pedro Miguel Ramos: «O amor deixou de existir»

Fernanda Serrano relatou a Manuel Luís Goucha o episódio como contou aos quatro filhos que estava separada de Pedro Miguel Ramos. «Os pais seguem vidas diferentes, com um percurso diferente, mas ao vosso lado»

O sorriso no rosto esteve sempre presente naquela que foi promovida pela TVI como «a primeira grande entrevista de Fernanda Serrano após a separação» de Pedro Miguel Ramos. A atriz esteve à conversa com Manuel Luís Goucha e o resultado deste momento pôde ser visto, esta sexta-feira, no programa Você na TV!.

Numa entrevista marcada pelas memórias de uma infância feliz, cheia de amor dos pais, Fernanda Serrano quebrou ainda o silêncio sobre a fase pela qual está a passar, com o fim de uma relação de 16 anos e da qual nasceram Santiago, Laura, Maria Luísa e Caetana.

«É sempre um falhanço, um fracasso»

Confrontada pelo apresentador com o facto de nunca ser fácil lidar com o término de um projeto a dois, Fernanda Serrano afirmou: «Não, porque é sempre uma rutura, é sempre um falhanço, um fracasso. Para todos. Que isso não aconteça nas crianças, porque o fracasso nunca será delas. Elas são o resultado de um amor, de uma coisa muito boa que aconteceu entre duas pessoas que se apaixonaram e que decidiram ter uma vida em conjunto, feliz, e que depois, a determinada altura, deixou de acontecer».

A estrela da ficção da TVI sublinhou ter sentido a separação como «um fracasso, algo não desejado». «Quando uma pessoa está apaixonada e se junta [a alguém], a ideia é que seja para sempre. Mas depois, quando as coisas não acontecem, se pensa de outra forma, começamos a pesar os pratos na balança e se tomam esta decisão, por alguma razão é», admitiu a atriz.

«Vocês são frutos deste grande amor»

Embora sorridente, Fernanda Serrano assumiu ainda que este é também um momento difícil para os quatro filhos. «É sempre» duro, lamentou. E revelou como explicou a separação aos menores: «Foi de uma forma muito simplista. ‘Os pais estiveram muito apaixonados, houve um grande amor e vocês são frutos deste grande amor. Os pais resolveram formar uma família, a família existe e permanece. A única coisa que não [permanece] é o amor [entre pai e mãe], que deixou de existir. Agora, os pais seguem vidas diferentes, com um percurso diferente, mas ao vosso lado’.»

Em jeito de remate, Fernanda Serrano não tem dúvidas: momentos como o que enfrenta agora «são desafiantes». E justifica: «Fazem-nos sempre aprender qualquer coisa. Tornam-nos sempre mais fortes, ter a noção de que conseguimos fazer sempre mais e melhor e que estamos sempre aquém dos nossos limites.»

Texto: Dúlio Silva com redação WIN; Fotografias: Impala

 

Impala Instagram


RELACIONADOS