Do youtuber à avó que não assume a relação. As histórias dos Amigos Improváveis

Amigos Improváveis é o novo formato da SIC, que pretende unir gerações. A ideia é dar a possibilidade aos mais novos e aos mais velhos de viverem juntos e partilharem experiências

Do youtuber à avó que não assume a relação. As histórias dos Amigos Improváveis

Amigos Improváveis é o novo formato da SIC, que pretende unir gerações. A ideia é dar a possibilidade aos mais novos e aos mais velhos de viverem juntos e partilharem experiências

Amigos Improváveis estreou este sábado, dia 4 de janeiro, e é o novo programa da SIC. O formato, que poderá também acompanhar através dos diários, é apresentado por Andreia Rodrigues e pretende unir gerações e, assim, possibilitar que novos e velhos interajam, encarando novas e diferentes realidades.

Esta nova aposta do canal de Paço de Arcos une assim cinco «avós» entre os 67 e os 80 anos e seis jovens entre os 18 e os 27 anos. A ideia de uma amizade improvável consiste em que se misturem os velhos hábitos das pessoas de mais idade com os sonhos e as expectativas dos mais novos.

Posto isto, os mais novos terão de morar com os mais velhos e, dessa forma, apreender alguma coisa com a experiência na casa destes. De acordo com a biografia disponibilizada pela SIC, João Rodrigues, Maria Lina, Silvina Santos, Fernanda Pereira e Elizabeth Rose são os cinco «avós» que vão abrir as portas de sua casa e assim acolher os novos inquilinos: Ana Mendes, Bárbara Gomes, Catarina Ramos, Diogo Moreira, Hugo Pimenta e Pedro Ferreira.

Conheça os concorrentes desta experiência:

Os Amigos Improváveis mais velhos

«João Rodrigues tem 68 anos e vive em Bragança. É casado com Natália e é reformado. Foi Diretor Municipal do Aeródromo de Bragança, foi piloto de avião e confessa que ainda hoje dá aulas de voo. A sua casa situa-se na aldeia de Sacóias a 8 km da cidade de Bragança.

Sem rede e sem Internet, João Rodrigues conhece todos os pastores e gentes da aldeia. É dirigente de uma IPSS, adora fazer campismo em autocaravana e é apreciador de festas e bailes de aldeia.»

«Maria Lina Mourão tem 80 anos e vive em Gondomar. É viúva e viveu uma relação castradora durante 58 anos. Foi costureira toda a vida e confessa que ainda faz algumas encomendas.

Frequenta a Universidade Sénior de Gondomar, a hidroginástica e adora excursões. Em casa, tem a companhia do seu cão, o “Fofinho”, que está sempre ao seu colo e da sua irmã, com quem faz palavras cruzadas e joga quatro em linha.

Maria Lina quer aprender mais sobre informática e redes sociais. Deseja recuperar o tempo “perdido”, sentindo que um jovem viria a acrescentar muito à sua rotina diária.»

«Silvina Santos tem 73 anos e vive em Coimbra. É reformada e é mãe de quatro filhos que criou sozinha. Vive com o seu companheiro de 68 anos mas opta por não assumir a relação a toda a gente.

Sente que não tem a idade que apresenta no seu Bilhete de Identidade e brinca com os netos como se fosse um deles. Adora fazer caminhadas e ir à danceteria pelo menos três vezes por semana.»

«Fernanda Pereira tem 67 anos e vive em Vieira de Leiria. É reformada da função pública, trabalhou na Universidade de Coimbra. É casada, mora na Marinha Grande e tem duas filhas e netos. Considera que os jovens de hoje em dia não sabem o que é vida dura e precisam de uma lição de humildade e trabalho.

Faz investigação patrimonial e cultural e diz que precisa de alguém que a ajude a digitalizar as suas pesquisas. É muito envolvida em ações culturais e nas tradições da zona onde mora. Considera-se muito pragmática e assertiva e prefere um bom abraço aos beijinhos.»

«Elizabeth Rose tem 67 anos e vive em Portimão. Tem o 12º ano de escolaridade, trabalhou no ramo da restauração e da imobiliária, mas adorava ter sido polícia forense.

Considera que se desenrasca bem com o telemóvel e com o computador e usa uma rede social, o “Facebook”. Elisabeth Rose afirma que se passasse por um momento de aflição escolheria salvar duas coisas: as fotografias e as jóias, uma vez que essas ainda a poderiam matar a fome.

Os seus principais ‘hobbies’ são fazer pilates duas vezes por semana, fazer tricot e não esconde o gosto pelo artesanato e pela jardinagem. Atualmente vive sozinha numa quinta, na companhia dos seus animais de estimação.»

Os Amigos Improváveis mais novos

«Ana Mendes tem 27 anos e é da Amadora. Está a estudar Desporto na faculdade, pois pensa um dia ser instrutora de fitness ou professora de hidroginástica. Tem o objetivo de trabalhar com pessoas que tenham vivido um passado difícil como o seu e pretende com isso ajudá-las.

Tem uma ótima relação com o avô e por isso vê-se neste programa com um “avô ou avó adotado/a”.
Nesta experiência, quer instalar uma aplicação de encontros no telemóvel do sénior e como adora tirar fotografias, tenciona criar também um perfil de Instagram ao “velhote”, como diz.»

«Bárbara Gomes tem 19 anos e é de S. Domingos de Rana. Vive em Cascais e estuda em Mafra. Aprendeu a cuidar da casa com a avó. Gosta de estudar, de ler conteúdo relacionado com viagens e adora ver ‘Vlogs’.

É uma rapariga que gosta de se divertir em discotecas, canta karaoke em casa das amigas e faz dança do ventre. Bárbara usa o telemóvel de seis a sete horas por dia, contudo, pensa que precisa de estabelecer alguns limites.

Desta experiência pretende aprender com os mais velhos uma vez que os considera saber distinguir aquilo que tem valor do que não tem.»

«Catarina Ramos tem 18 anos e vive em Faro. Entrou este ano para a faculdade, já soma quase 10.000 seguidores no Twitter e tem alguns vídeos virais na Internet.

Na cozinha, Catarina faz alguns bolos mas confessa que todos eles acabam por sair sempre mal. Ainda assim há mais uma coisa de que não gosta: panelas de pressão.

Tem um melhor amigo, um sapo de peluche que o trata como se fosse um humano. Entrou nesta experiência pois confessa ter medo de um dia ficar sozinha e não ter ninguém com quem passar tempo.»

«Diogo Moreira tem 21 anos e reside em Paredes. Fez o 12 º ano em Cozinha e Pastelaria, trabalhou na área da Restauração e hoje dá workshops de cozinha a convite dos amigos. Foi criado pela avó e pela tia e com elas aprendeu a cozinhar.

Considera que os idosos são muito repetitivos e isso atrapalha o seu convívio com eles. As suas saídas preferidas incluem estar com a namorada em casa dos amigos a comer e beber.»

«Hugo Pimenta tem 19 anos e vive no Porto. Apresenta-se como «Pimenta» e é estudante na área dos Audiovisuais. É fascinado pelo mundo da televisão e sonha ser apresentador.

Considera ser um rapaz mais atencioso e respeitador dos que os restantes jovens da sua geração. Hugo teve uma infância difícil e descobriu no mundo digital uma forma para se refugiar dos problemas.

Criou um canal de Youtube e, hoje, partilha com os seguidores o seu dia a dia pois acredita que «tudo serve de conteúdo para um ‘digital influencer’.»

«Pedro Ferreira tem 20 anos e é de Lisboa. É youtuber e o seu canal conta com mais de 22.000 seguidores. Não trabalha, não sabe cozinhar, vive com os pais e quer ficar a cargo em casa deles o maior tempo possível.

Durante o dia usa muito o computador e vai partilhando algum conteúdo no Instagram.

Não suporta ver alguém a faltar ao respeito aos mais velhos e também não gosta de os ver a andar devagar na rua. Imagina-se a ver vídeos no Youtube com o sénior e até gostava que ele o ajudasse no próprio canal.»

Texto: Marisa Simões; Fotos: Divulgação SIC

 

Impala Instagram


RELACIONADOS