Cristina Ferreira quer relação mais próxima com a concorrência «Aos poucos, vamos conseguindo que as coisas mudem»

Cristina Ferreira espera o dia em que os canais concorrentes tenham uma relação mais próxima. A apresentadora afirma que o primeiro passo será nos Globos de Ouros.

Cristina Ferreira quer relação mais próxima com a concorrência «Aos poucos, vamos conseguindo que as coisas mudem»

Cristina Ferreira espera o dia em que os canais concorrentes tenham uma relação mais próxima. A apresentadora afirma que o primeiro passo será nos Globos de Ouros.

Nove meses depois de se ter estreado nos ecrãs da SIC, Cristina Ferreira espera pelo dia em que os canais concorrentes tenham uma relação mais próxima. E o primeiro passo, acredita a apresentadora, será esta edição dos Globos de Ouro, que se realiza no próximo dia 29 de setembro.

«Fazia todo o sentido que, nesta gala, as pessoas do meio artístico, ligados à televisão ou ao jornalismo, pudessem estar ali representadas naquele palco. A partir do momento que soube [até pela introdução de novas categorias], fiquei mais feliz ainda.

Eu gosto e acho mesmo que as televisões fazem parte do mesmo», disse Cristina Ferreira, esta terça-feira, dia 17 de setembro, durante o aniversário de uma marca de ótica, da qual Cristina se tornou imagem.

A profissional da SIC diz ainda que é legítimo que exista a relutância de um canal ver a sua estrela na concorrência. «Eu percebo que a SIC tivesse alguma dificuldade em me deixar ir a um programa de uma estação concorrente ou então em períodos específicos. Talvez a guerra maior seja mesmo entre a SIC e a TVI, os concorrentes diretos. É mais complicado para as duas estações permitirem que elementos que sejam fixos e com contrato de exclusividade possam andar de um lado para o outro, mas no dia em que isso for ultrapassado, para mim, é a maior felicidade».

Convite a Fátima Lopes

É por esta razão que Cristina Ferreira admite ter gostado de ouvir Fátima Lopes dizer: «Se a Cristina me convidar, vou sem problema, porque não haveria de ir? Informo a estação, por uma questão de educação. Não vou pedir, vou informar». 

Confrontada com a declaração da apresentadora da TVI, Cristina Ferreira fez saber: «É bom ouvir. É óbvio que a Fátima teria de ter essa conversa [com a sua direção de programas], tal como aconteceu com o Manel e o Pedro quando me deram os parabéns. Foi pedido à Filipa [Garnel] e ela deu autorização», referiu, acrescentando; «Naqueles casos específicos, nada tinha a ver com televisão, mas sim com amizade. Aos poucos, vamos conseguindo que as coisas mudem».

Posto isto, quisemos saber se Fátima Lopes vai ou não a O Programa da Cristina? A apresentadora revelou: «Adorava, por mim, já teria ido lá toda a gente da TVI».

Já quanto à vontade de ver Manuel Luís Goucha sair das manhãs do canal de Queluz de Baixo, como pediu, em lágrimas, no dia do seu aniversário, Cristina Ferreira fez saber: «Eu o Manel sempre dissemos que não combatemos a Júlia no momento em que ela estava do outro lado. Nas amizades, a nossa cabeça tem de funcionar dessa maneira: não é o nosso amigo que está do outro lado, é o programa de uma estação concorrente. É claro que se, um dia, o Goucha não estiver nas manhãs, para mim, seria muito mais tranquilo».

Cristina leva o filho no primeiro dia de aulas

Apesar da azáfama do seu programa, das gravações de O Prémio de Sonho e toda a preparação para os Globos de Ouro, Cristina Ferreira conseguiu, na segunda-feira, 17 de setembro, levar o filho, Tiago, no seu primeiro dia de aulas.
«Foi engraçado, porque ia gravar na Venda do Pinheiro, ao lado da escola dele e, por isso, consegui levá-lo. Claro que o meu filho perguntou logo quando seria a próxima vez. Respondi-lhe ‘nunca’. Mas vou buscá-lo», contou.

Texto: Rita Montenegro; Fotos: Nuno Moreira

 

Impala Instagram


RELACIONADOS