Cristiano Ronaldo Gémeos do jogador não poderiam ter nascido em Portugal

Leia o testemunho de uma mulher portuguesa que tenta, há vários anos, constituir família mas que não pode, por motivos financeiros, recorrer a uma barriga de aluguer.

Cristiano Ronaldo Gémeos do jogador não poderiam ter nascido em Portugal

Leia o testemunho de uma mulher portuguesa que tenta, há vários anos, constituir família mas que não pode, por motivos financeiros, recorrer a uma barriga de aluguer.

Há quase um ano que a barriga de aluguer é permitida em Portugal, mas a lei da gestação de substituição (ainda à espera de regulamentação para entrar em vigor) destina-se apenas a casos especiais, como mulheres que nasceram sem útero (síndrome de Rokitansky) ou que o retiraram por motivos de saúde.

 

Ou seja, quem quiser recorrer a uma barriga de aluguer nos mesmos moldes que o craque português, Cristiano Ronaldo, continuará a ter de o fazer no estrangeiro. A situação de CR7, que alegadamente recorreu a uma barriga de aluguer no EUA para ser pai de gémeos e também do filho Cristianinho, não seria possível no nosso país. A lei deixa, assim, de fora solteiros, casais homossexuais ou mulheres sem problemas de saúde.

 

“Precisávamos de pelo menos 20 mil euros para recorrer a uma mãe de aluguer”

Cristiano Ronaldo só poderia recorrer a uma barriga de aluguer no nosso país caso uma companheira dele apresentasse um problema de saúde especificado na lei. Um pai solteiro não tem, em Portugal, solução , tendo de recorrer ao estrangeiro para ter um filho nos mesmos moldes do capitão da selecção portuguesa.

 

Joana (nome fictício) está na lista de adoção e já fez inúmeros tratamentos de fertilidade. “Mesmo que já tenha tido um filho e me chamem para a adoção , irei avançar. Posso passar de mulher sem filhos a mãe de dois ou três e adorava que assim fosse”, explicou ao Impala News.

 

Joana e o marido tentam há mais de 10 anos ter um filho, mas os problemas de fertilidade têm feito o sonho tardar. “Ainda pensamos em barriga de aluguer, mas até há pouco tempo não era possível e, no nosso caso, continua a não ser viável. Tenho aquilo a que chamam infertilidade sem causa aparente e não sou, por isso, elegível para barriga de aluguer”, explicou.

 

As restrições na lei deixaram o casal sem opção, já que “recorrer ao estrangeiro é demasiado caro”. “Precisávamos de pelo menos 20 mil euros para recorrer a uma mãe de aluguer e teríamos ainda uma série de outras despesas. É um preço que não temos como pagar”, concluiu Joana.

 

Segundo a imprensa internacional, a clínica onde nasceram os filhos de Cristiano Ronaldo, nos EUA, cobrou uma pequena fortuna, que rondou 200 mil euros.

 

Eva e Mateo  juntaram-se ao irmão Cristianinho e  à família Aveiro no mês passado e têm feito as delícias de todos. De férias em Ibiza, muitos foram os familiares que partilharam fotografias com os gémeos, mostrando a alegria por ver o clã a aumentar.

 

Em outubro, Cristiano Ronaldo será pai pela quarta vez. Georgina Rodriguez está grávida e o bebé é do sexo feminino. 

 

Texto: Cynthia valente / Conteúdos WIN

 

As mais lidas do momento:

 

 

Veja mais aqui! www.novagente.pt

Impala Instagram


RELACIONADOS