Conan Osíris coloca nova música à venda por 1 milhão de euros

Conan Osíris lançou o tema Cobras e quem quiser ouvir a música tem de pagar 1 milhão de euros. A nova canção do artista só está disponível num arquivo digital exclusivo.

Conan Osíris coloca nova música à venda por 1 milhão de euros

Conan Osíris coloca nova música à venda por 1 milhão de euros

Conan Osíris lançou o tema Cobras e quem quiser ouvir a música tem de pagar 1 milhão de euros. A nova canção do artista só está disponível num arquivo digital exclusivo.

Tiago Miranda, mais conhecido por Conan Osíris, de 32 anos, lançou um novo tema em parceria com Holly e St. James Park. Cobras só está disponível em NFT – a sigla em inglês significa non-fungible token, isto é, tokens não fungíveis (não pode ser substituído) – e é uma espécie de arquivo digital registado pelo sistema de criptomoedas. A música pode ser adquirida por 500 ETH – sigla para a moeda digital ethereum – o que equivale a um milhão de euros.

O rosto que ficou conhecido por interpretar Telemóveis no Festival Eurovisão da Canção em 2019, em Telavive, registou a música nesta plataforma para criar uma chave eletrónica criptográfica, o que torna o item único e exclusivo como obra de arte. Quem comprar a música não só poderá ouvi-la como também possuir um certificado de propriedade.

Conan Osíris promete doar o valor a novas iniciativas culturais

Conan Osíris
“Montante será utilizado para investir na cena cultural nacional, de forma a apoiar artistas e a criar novos projetos”

A peça artística está disponível para compra no site da Foundation e, na página onde foi disponibilizado o tema, os músicos deixaram um aviso sobre a licitação da obra: “Assim que for feita uma licitação ao preço de reserva terá início um leilão de 24 horas para esta peça de arte”.

Mas a venda da canção Cobras tem um propósito. O valor angariado vai ser usado para investir na cultura e nos artistas. “Um valor ambicioso, mas com uma causa maior por trás. Na eventualidade de ser vendida, o montante será utilizado para investir na cena cultural nacional, de forma a apoiar artistas e a criar novos projetos e iniciativas”, pode ler-se no comunicado enviado nesta sexta-feira, 18 de junho.

A obra digital vem ainda acompanhada de vídeo, criado pelo fotógrafo Pedro MKK, que, para ser visto, é necessário recurso a inteligência artificial. O videoclipe é baseado em fotografias dos três músicos captadas na Estufa Fria, em Lisboa.

Texto: Carolina Sousa;
Fotos: Redes Sociais

Impala Instagram


RELACIONADOS