Catarina Furtado está “aflita e apreensiva” com o regresso às aulas dos filhos

Catarina Furtado está “apreensiva” com o regresso dos filhos às aulas presenciais. E afirma que Maria Beatriz e João Maria têm “toda uma infância e adolescência hipotecada” com a pandemia.

Catarina Furtado está

Catarina Furtado está “aflita e apreensiva” com o regresso às aulas dos filhos

Catarina Furtado está “apreensiva” com o regresso dos filhos às aulas presenciais. E afirma que Maria Beatriz e João Maria têm “toda uma infância e adolescência hipotecada” com a pandemia.

Catarina Furtado assume-se como “mais uma mãe portuguesa aflita”. Em causa está o regresso dos filhos às aulas presenciais, depois de um ano letivo em que o estado de emergência nacional causado pela pandemia da covid-19 obrigou os alunos a ter um ensino a partir das suas casas.

Agora, estão de volta às escolas, ainda que com várias mudanças. A apresentadora da RTP diz-se “solidária com os professores” neste regresso ao ensino presencial: “Não deve ser fácil. Claro que estou aflita. Acho que é preciso manter a educação nas crianças, que já entendem isso.” Em declarações aos jornalistas, à margem da apresentação da nova grelha de programação da estação pública, Catarina Furtado considerou ainda que os filhos, Maria Beatriz, de 14 anos, e João Maria, de 12, fruto do casamento com o ator João Reis, têm “toda uma infância e adolescência hipotecada” com a pandemia.

“É a altura dos abraços, dos namoros, das hormonas. É complicado. Claro que estou apreensiva, também com o efeito das restrições. Não só da doença, mas acima de tudo das restrições, aquilo que eles não podem fazer. Não podem ser adolescentes e o efeito que isso traz preocupa-me”, admitiu. Leia mais no site da revista Nova Gente.

Texto: Ricardina Batista com Andreia Costinha de Miranda e Dúlio Silva; Foto: Reprodução redes sociais

 

Impala Instagram


RELACIONADOS