Carlos Areia é chamado de “velho” e Rosa Bela defende companheiro

Rosa Bela partilhou uma imagem e acabou por ser atacada por uma seguidora. Carlos Areia foi chamado ao barulho e a companheira não hesitou em responde à letra.

Carlos Areia é chamado de

Carlos Areia é chamado de “velho” e Rosa Bela defende companheiro

Rosa Bela partilhou uma imagem e acabou por ser atacada por uma seguidora. Carlos Areia foi chamado ao barulho e a companheira não hesitou em responde à letra.

Rosa Bela, de 29 anos, e Carlos Areia, de 77 anos, vivem uma amor há já 14 anos. Ainda assim, há seguidores que ainda a criticam devido à diferença de idade que têm um do outro.

Esta terça-feira, dia 26, a mulher do ator esbanjou sensualidade nas redes sociais ao publicar uma imagem de roupa interior. Carlos Areia foi chamado ao barulho e a companheira não hesitou em responde à letra.

“Como anda com o velho, mostra o rabo para ver se aparece um homem mais dotado…”, lê-se na caixa de comentários.

Rosa Bela, que sempre ignorou este tipo de mensagens, quebrou o silêncio e decidiu, a partir de hoje, denunciar todos aqueles que a criticam: “Continua… mas agora perdem a vergonha de enviar mensagens deste género no direct e já escrevem em comentários. Passei muitos anos a não ligar a este tipo de mensagens. Sim, porque recebo muitas ‘dessas’ ao longo destes anos”, disse. E acrescentou: “Hoje decidi começar a denunciar!”.

“O segredo? Não é a diferença de idades!”

Questionada sobre qual o segredo para manter uma relação saudável durante 14 anos, Rosa Bela respondeu, com ironia, que “não é a diferença de idades!”. “As pessoas têm de se gostar muito, não há hipótese. Acima de tudo, tem de haver compreensão, respeito”.

Os 48 anos de diferença que os separam acabam por “abalar” a relação, mas a atriz refere que existe sempre “um ponto de encontro”. “As pessoas têm outras idades, outros pensamentos, outras vontades. A minha relação é diferente. O Carlos tem um espírito jovem, é uma pessoa muito para a frente, não tem muito aquele espírito envelhecido. Temos essa facilidade de conseguir equilibrar as coisas. Eu tenho uma opinião, ele tem outra, e chegamos ali a um consenso”.

O truque é a pessoa “colocar-se no lugar da outra”, o que “nem sempre é fácil”, mas que “quando as pessoas se gostam, isso é possível”.

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS