Lembra-se do Bar da TV? Descubra como está o vencedor do reality show que a SIC estreou em 2001

Foi em 2001 que a SIC apostou em Bar da TV para fazer frente ao Big Brother. Veja como está o vencedor do polémico reality show que valeu uma pesada multa ao canal.

Lembra-se do Bar da TV? Descubra como está o vencedor do reality show que a SIC estreou em 2001

Foi em 2001 que a SIC apostou em Bar da TV para fazer frente ao Big Brother. Veja como está o vencedor do polémico reality show que valeu uma pesada multa ao canal.

Corria o ano de 2001. O Big Brother fazia muito furor na TVI e a SIC tentava entrar na luta das audiências com um reality show semelhante. A aposta foi o Bar da TV, formato apresentado por Jorge Gabriel, sendo Lili Caneças a comentadora residente. Neste programa, 12 concorrentes tinham a seu cargo a gestão de um bar, situado nas Docas, em Lisboa, estando constantemente sob observação de várias câmaras. Além disso, quando o trabalho acabava, recolhiam todos a uma casa no mesmo espaço do bar. O Bar da TV foi emitido entre maio de agosto de 2001 e as audiências até foram consideráveis.

SIC apostou em Bar da TV para fazer frente ao Big Brother

Na época, gerou-se uma enorme polémica relacionada com a liberdade dos concorrentes. Algo que teve maior eco quando os pais de uma participante entraram na casa. Quatro anos depois do final do reality show, a SIC foi condenada, pela Alta Autoridade para a Comunicação Social, a pagar uma multa de 150 mil euros. O formato acabou por não ter continuidade no canal.

LEIA AINDA

Fanny insultada após comentário polémico sobre Joana: «Grande otária»

Dos concorrentes do reality show pouco (ou nada) se fala nos dias que correm. Mas é impossível não destacar Hoji Fortuna, o vencedor do Bar da TV. Foi a primeira vez que um estrangeiro (angolano) de etnia negra ganhava um concurso destes na televisão portuguesa. No momento do concurso, Hoji Fortuna tinha 26 anos e poucos o conheciam. Hoje, tem 46 e uma carreira sólida no mundo da representação.

Hoji Fortuna foi o primeiro estrangeiro a vencer um reality show em Portugal

Foi com 20 anos que Hoji Fortuna trocou Angola por Portugal. Foi por cá que concluiu os estudos e começou a trabalhar como modelo, DJ e, mais tarde, ator. Alembamento, uma peça de teatro amador, marcou a estreia na pele de ator, em Coimbra, em 1995. Em 1998 entra num filme académico e em 2001 conquista os portugueses em Bar da TV. Este formato abriu-lhe as portas da SIC e fez parte de Sexapeal (2002), O Crime não Compensa (2003), Levanta-te e Ri (2003) e Malucos do Riso (2004 a 2006). Na TVI entrou ainda em Morangos com Açúcar (2004), tendo participado também em A Minha Família (RTP). Trabalhou ainda como apresentador.

No ano de 2003 faz figuração especial em Os Imortais, filme de António Pedro Vasconcelos. No que ao teatro profissional diz respeito, a estreia aconteceu no Teatro Nacional D. Maria II, com a peça A Mais Velha Profissão (2005/06), que viria a ganhar um Globo de Ouro. Depois de participar noutras peças, chega ao teatro inglês como estrela da peça A Time for Farewells. Ainda participa em mais uma peça antes de se mudar para Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

Como ator, Hoji Fortuna já trabalhou em Inglaterra e nos Estados Unidos da América

Em solo norte-americano estreia-se com a peça Two Gentlemen of Verona. Fez parte do elenco de outras peças, até se estrear no cinema com Honeysuckle. Na televisão, a estreia acontece com a série Pan Am, da estação ABC. Em 2011 venceu um African Movies Academy Award pelo melhor papel secundário em Viva Riva!.

Dos seus últimos trabalhos fazem parte a série Querida Preciosa, da qual foi produtor. Bem como as curtas-metragens Scout e Animal Skins. O trabalho mais recente é Tribes of Europa, atualmente em pós-produção. Por estes dias, Hoji Fortuna tem estado por Lisboa, cidade na qual viveu durante oito anos.

Percorra a galeria e veja como está Hoji Fortuna, o vencedor do Bar da TV

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Reprodução Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS