A história de amor de Bruno Fernandes e Ana Pinho

Paulo Battista entrou na casa de Bruno Fernandes e Ana Pinho para descobrir a história de amor que uniu o jogador e a mulheres

A história de amor de Bruno Fernandes e Ana Pinho

A história de amor de Bruno Fernandes e Ana Pinho

Paulo Battista entrou na casa de Bruno Fernandes e Ana Pinho para descobrir a história de amor que uniu o jogador e a mulheres

Bruno Fernandes e Ana Pinho, com a companhia da pequena Matilde, foram os protagonistas da rubrica «De ponto e bola», de Paulo Battista, esta segunda-feira, dia 22 de abril, no Você na TV. O programa da TVI entrou na casa do jogador do Sporting e, numa conversa que começou com as mulheres da família, o alfaiate descobriu como começou o amor entre Bruno e Ana.

Perante os sucessos do marido, Ana Pinho revelou que para ela o marido é sempre a mesma pessoa, nunca muda. «Para mim é sempre o mesmo Bruno», conta. O mesmo que conheceu aos 16 anos.

«Tínhamos 16/17 anos. Conhecemo-nos na escola. Na altura estava no Boavista e foi para uma escola perto. Calhámos na mesma turma», revela.

O primeiro beijo foi dado por Ana, mas só depois de muitas tentativas por parte de Bruno. «Ele tentou algumas vezes e eu sempre ‘não’, e depois acabei por ceder. [Foi] na escola… Estávamos só os dois, foi em frente à escola… tinha uma loja de gomas, foi aí.»

Pais de Matilde, de dois anos, Ana e Bruno fazem questão de fazer tudo em família e o jogador até dorme a sesta com a filha. «Estamos sempre os três (…) ele tem aquele vício de dormir a sesta. Por volta das 15h00 ele dorme a sesta, que é quando a Matilde dorme também», conta, entre risos.

«Sempre quis ser pai cedo»

A meio de conversa, o jogador, de 24 anos, chegou a casa e sentou-se no sofá com Paulo Battista, a mulher e a filha. Foi nesta altura que confessou que sempre quis ser pai ainda novo. E conseguiu. Aos 22 anos, o médio do clube do leões viu a menina nascer. «Sempre quis ser pai cedo para quando a minha filha crescesse ainda ser jovem. Sempre quis dar-lhe o melhor possível», revela.

Quanto ao número de filhos, Bruno Fernandes desvenda: ‘Sempre quis ter três filhos. Após ter o primeiro não é assim tão fácil. Mas quem sabe mais tarde… Acho que seria importante ter um irmãozinho».

Bruno Fernandes teve a certeza que Ana era a mulher da sua vida quando deixou «tudo para trás»

O amor ficou mais consolidado do que nunca quando, em 2012, Bruno se mudou para Itália, para jogar no Novara. Quando Ana Pinho aceitou ir com ele, soube que era amor para a vida toda.

«O ‘clique’ foi quando a Ana tomou a decisão e aceitou, neste caso, a minha proposta de ir viver comigo para Itália e obviamente deixar tudo para trás, aquilo que era a vida dela: os amigos, a família, aquilo que ela tinha como planos futuros e deixar tudo e ajudar-me a concretizar o meu sonho.»

Sobre o pedido de casamento em Itália, Bruno Fernandes conta que foi um momento «bonito» com muito nervosismo à mistura. «Foi um momento bonito, foi em frente à família toda (…) e foi algo nervoso, mas estava ela mais nervosa do que eu porque, quando começou a abrir o presente, começou a perceber que vinha alguma coisa daí, até deixou cair o anel. Deixou cair tudo.»

Dado que o pedido foi feito no Natal, a mulher do futebolista desconfiou. «Eu desconfiei porque eu não sabia onde é que estava a minha prenda, então aí uma pessoa começa a desconfiar: ‘Será?’.»

 

Impala Instagram


RELACIONADOS