Naya Rivera terá esgotado as forças a lutar para salvar o filho de quatro anos

Autoridades revelam pormenores da morte de Naya Rivera. O corpo da atriz foi encontrado esta segunda-feira, 13 de julho, cinco dias após desaparecer no Lago Piru.

Naya Rivera terá esgotado as forças a lutar para salvar o filho de quatro anos

Naya Rivera terá esgotado as forças a lutar para salvar o filho de quatro anos

Autoridades revelam pormenores da morte de Naya Rivera. O corpo da atriz foi encontrado esta segunda-feira, 13 de julho, cinco dias após desaparecer no Lago Piru.

Autoridades revelam pormenores sobre a morte de Naya Rivera. O corpo da atriz, de 33 anos de idade, foi encontrado esta segunda-feira, dia 13 de julho.

A atriz da série Glee estava desaparecida desde a passada quarta-feira, dia 8, altura em que passeava de barco com o filho, Josey, de quatro anos, no Lago Piru, na Califórnia. A criança foi encontrada sozinha a dormir no barco e a usar um colete salva-vidas.

O corpo foi encontrado nesse mesmo local e o anúncio foi feito pelas autoridades do condado de Ventura, durante uma conferência de imprensa, onde revelaram mais detalhes sobre o que terá acontecido.

Filho de Naya viu a mãe desaparecer na água

O responsável das autoridades contou que Naya foi encontrada no lado noroeste do lago, onde a profundidade está entre 10 e 20 metros, com árvores submersas. «É uma zona muito difícil para os mergulhadores por causa dos detritos no fundo do lago», disse o xerife do condado, Bill Ayub. A polícia conseguiu identificar o local onde a atriz terá desaparecido com nas videochamadas que fez com a família durante o passeio.

«Acreditamos que ela tinha ido nadar ali, baseados no que nos contou o filho e em conversas com outras pessoas», explicou, acrescentando que a atriz não usava colete salva-vidas e reforçando que terá sido uma morte acidental.

 

Naya Rivera e Josey estariam a nadar no lago quando uma forte corrente os terá surpreendido. Tudo indica que a artista reuniu forças para empurrar o filho de novo para dentro do barco e ficar em segurança. Mas, exausta, já não terá conseguido salvar-se. A criança de quatro anos foi a única testemunha deste trágico acidente e viu a mãe desaparecer na água.

«Ela e o filho deixaram as docas por volta de 13h. Ao falarmos com a criança, soubemos que ele e Naya nadaram no lago juntos em algum ponto do dia. Foi nesse momento que o seu filho descreveu ser levantado para cima do barco por Naya, que o empurrou no deck pelos fundos do barco», informou o xerife Bill Ayub. «Ele disse aos investigadores que olhou para trás e viu a mãe desaparecer na água», adiantou.

«Acreditamos que a meio da tarde quando ela foi nadar, a ideia, talvez, é que o barco tenha ficado à deriva… ela gastou a energia para voltar a colocar o filho de volta no barco, mas não conseguiu salvar-se a ela mesma», contou o responsável das autoridades.

Texto: Inês Neves; Fotos: reprodução Instagram

 

Impala Instagram


RELACIONADOS