Sambódromo do Rio de Janeiro faz homenagem às vítimas da covid-19

Sem desfiles devido à pandemia da Covid-19, Sambódromo do Rio de Janeiro cobre-se com as cores das Escolas de Samba em homenagem às vítimas do novo coronavírus.

Sambódromo do Rio de Janeiro faz homenagem às vítimas da covid-19

Sambódromo do Rio de Janeiro faz homenagem às vítimas da covid-19

Sem desfiles devido à pandemia da Covid-19, Sambódromo do Rio de Janeiro cobre-se com as cores das Escolas de Samba em homenagem às vítimas do novo coronavírus.

O Carnaval de 2021 ficará para sempre na nossa memória, mas pelos piores motivos. A folia, as máscaras e as festas que duravam até de manhã foram substituídas pelo medo, tristeza e saudade. Saudade dos tempos em que vivíamos livres da pandemia da covid-19.

Assim como aconteceu no nosso País, também no Rio de Janeiro, Brasil, foram cancelados todos os eventos típicos desta época do ano e que tanta gente, especialmente turistas, atraíam à “Cidade Maravilhosa“. O som imponente dos blocos carnavalescos e dos desfiles das Escolas de Samba no Sambódromo da Marquês de Sapucaí dão agora espaço a um silêncio ensurdecedor.

Sambódromo recebe iluminação especial durante semana do Carnaval

No entanto, a Prefeitura do Rio de Janeiro não se deu por vencida e conseguiu organizar um momento arrepiante na “Passarela do Samba”, para assim se assinalar a data. O Sambódromo será iluminado, todas as noites até à meia-noite do próximo dia 20 de fevereiro (quando desfilariam as campeãs do Carnaval deste ano), com as cores das agremiações que por lá deveriam desfilar, homenageando não só os protagonistas daquele que é considerado como o “maior espetáculo da Terra”, como também as vítimas do novo coronavírus e os profissionais de saúde.

Veja aqui as imagens.

Texto: Ivan Silva; Fotos: gentilmente cedidas por Rafael Arantes

 

Impala Instagram


RELACIONADOS