Vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol sujeito a caução de 60 mil euros

A juíza de instrução criminal do Tribunal da Feira fixou uma caução de 60 mil euros para o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Hermínio Loureiro, um dos arguidos na operação “Ajuste Secreto”, disse o seu advogado.

Vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol sujeito a caução de 60 mil euros

Vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol sujeito a caução de 60 mil euros

A juíza de instrução criminal do Tribunal da Feira fixou uma caução de 60 mil euros para o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Hermínio Loureiro, um dos arguidos na operação “Ajuste Secreto”, disse o seu advogado.

A juíza de instrução criminal do Tribunal da Feira fixou hoje uma caução de 60 mil euros para o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Hermínio Loureiro, um dos arguidos na operação “Ajuste Secreto“, disse hoje o seu advogado.

A decisão foi relevada pelo advogado Tiago Rodrigues Bastos às 20:00 à saída do Tribunal da Feira, onde decorreram na última semana os interrogatórios judiciais aos sete arguidos detidos na operação da Polícia Judiciária.

O advogado de Hermínio Loureiro disse aos jornalistas que o seu cliente está ainda proibido de contactar os outros arguidos.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS