Moscovo encerra ‘fan zone’ do Euro2020 devido ao agravamento da pandemia

A câmara de Moscovo decidiu encerrar a ‘fan zone’ destinada aos adeptos durante o Euro2020 de futebol e proibir ajuntamentos com mais de 1.000 pessoas, devido ao agravamento da pandemia de covid-19, anunciou hoje o presidente da edilidade.

Moscovo encerra 'fan zone' do Euro2020 devido ao agravamento da pandemia

Moscovo encerra ‘fan zone’ do Euro2020 devido ao agravamento da pandemia

A câmara de Moscovo decidiu encerrar a ‘fan zone’ destinada aos adeptos durante o Euro2020 de futebol e proibir ajuntamentos com mais de 1.000 pessoas, devido ao agravamento da pandemia de covid-19, anunciou hoje o presidente da edilidade.

A câmara de Moscovo decidiu encerrar a ‘fan zone’ destinada aos adeptos durante o Euro2020 de futebol e proibir ajuntamentos com mais de 1.000 pessoas, devido ao agravamento da pandemia de covid-19, anunciou hoje o presidente da edilidade.

“Vamos parar durante algum tempo com a realização de eventos que envolvam ajuntamentos de pessoas e devemos encerrar os lugares de divertimento e a ‘fan zone'”, localizada no complexo olímpico do Estádio Lujniki, revelou Sergey Sobyanin.

A Rússia, que recebe sete jogos do Euro2020, todos em São Petersburgo, está a ser fortemente afetada por uma nova vaga da epidemia de covid-19, em especial a capital, em consequência do fim das medidas de confinamento e do atraso da campanha de vacinação.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.835.238 mortos no mundo, resultantes de mais de 176,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS