EXCLUSIVO | Rui Pedro Braz explica como Jorge Jesus levou o Flamengo à glória

Rui Pedro Braz, o autor da obra Mister Jesus – 30 Anos de uma Carreira Ímpar, explicou-nos como tudo isto foi possível.

EXCLUSIVO | Rui Pedro Braz explica como Jorge Jesus levou o Flamengo à glória

Rui Pedro Braz, o autor da obra Mister Jesus – 30 Anos de uma Carreira Ímpar, explicou-nos como tudo isto foi possível.

É certo e sabido que Jorge Jesus é (quase) Deus no Brasil. Às suas costas carregou o Flamengo à final da Libertadores, frente ao River Plate, que venceu por 2-1 e, no dia seguinte, conquistou o Brasileirão sem sequer ter jogado. Rui Pedro Braz, o autor da obra Mister Jesus – 30 Anos de uma Carreira Ímpar, que será lançado no Brasil dia 10 e em Portugal três dias depois, explicou-nos como tudo isto foi possível.

«Passou-lhe tudo pelas mãos antes de chegar ao Brasil»

Jorge Jesus rumou ao Brasil em junho de 2018, depois de uma curta experiência na Arábia Saudita aos comandos do Al Hilal. «São conhecidas as histórias do mister que via jogos de futebol brasileiros durante a madrugada quando na manhã do dia seguinte tinha treino às 09h00», conta. «Jorge Jesus é um profundo conhecedor do futebol brasileiro e das ideias do jogador brasileiro. Isso é o que faz com quem Jorge Jesus tenha chegado ao Brasil tão apto para abraçar o projeto», começou por dizer. «Depois de um ou dois dias no Ninho do Urubu – centro de treinos do Flamengo – a mensagem dele estava a passar com uma facilidade tremenda porque ele conhece muito bem o jogador brasileiro», sustenta o comentador desportivo.

«Jorge Jesus é uma pessoa muito forte psicologicamente»

«No dia em que o mister foi apresentado como treinador do Flamengo eu liguei-lhe a dar os parabéns», revela Rui Pedro Braz. «Perguntei-lhe quais eram os seus objetivos e ele respondeu-me: ‘Ganhar o Brasileirão, ganhar a Libertadores e ir ao Mundial de clubes’.» Segundo o autor, o treinador português é uma pessoa que detém uma confiança absolutamente inabalável, algo que demonstra no seu trabalho. «Jorge Jesus é uma pessoa muito forte psicologicamente. Tem uma confiança inabalável e a melhor forma de avaliarmos o seu trabalho é ouvirmos quem trabalhou com ele. Qualquer jogador que tenha trabalhado com ele dirá que é o treinador que mais potenciou as suas capacidades e que mais o fez evoluir», destaca.

Cinco meses bastaram para Jesus quebrar paradigmas

É, de facto, impossível ficar indiferente àquilo que Jorge Jesus tem feito ao serviço do Flamengo. «O tema do momento no Brasil é se este não será o melhor Flamengo da história e a opinião quase generalizada é a de que, efetivamente, sim. Jorge Jesus conseguiu o maior feito da história do futebol brasileiro», afirma o autor. Segundo Rui Pedro Braz, Jesus chegou ao Brasil e quebrou paradigmas. «O título do livro no Brasil é Mister Jesus – Quebrando Paradigmas no Futebol porque a forma como eles encaram esta passagem de Jesus pelo futebol brasileiro é a de como um homem que está a quebrar todos os paradigmas. Um dos maiores paradigmas que havia no Brasil era o de que seria impossível ganhar o Brasileirão e a Libertadores no mesmo ano. Nunca ninguém tinha conseguido e era uma opinião generalizada. Toda a gente tinha a certeza de que era algo absolutamente impossível. Mas o que é certo é que ele [Jorge Jesus] chegou lá e fez», sublinha.

De que fala o livro Mister Jesus – 30 Anos de uma Carreira Ímpar

A obra Mister Jesus – 30 Anos de uma Carreira Ímpar promete arrebatar Brasil e Portugal. O livro da autoria de Rui Pedro Braz chega ao mercado brasileiro no dia 10 de dezembro e ao português três dias depois, sexta-feira, 13. O Portal de Notícias da Impala já o leu e revela em exclusivo mundial alguns dos momentos mais marcantes da vida do novo herói da nação futebol. Em 272 páginas, muitas vezes com o discurso direto de Jorge Jesus, nada fica por revelar. «Nada fica por contar, nada fica por recordar» nesta carreira com décadas de «histórias repletas de segredos e de emoção».

É isto o que escreve o autor na introdução. «Da forma como Jesus trabalha à forma como comunica, das suas origens às suas maiores conquistas, dos profissionais com quem trabalhou aos projectos que abraçou, das suas opiniões sobre o futebol, às opiniões que os seus antigos jogadores têm de si» é o que consta do texto biográfico de JJ assinado por Rui Pedro Braz. «Tudo para que se perceba que nada acontece por acaso e, como diria o checo Zednek Zeman, um dos treinadores que Jesus mais admirou, “o resultado é casual, o desempenho não”

Quem é Rui Pedro Braz, biógrafo de Jorge Jesus

Licenciado  em Comunicação Social e Mestre em Comunicação e Liderança, Rui Pedro Braz, biógrafo de Jorge Jesus, tem MBA em Gestão de Desporto e é, desde 2009, analista e comentador desportivo em Portugal há mais de dez anos. Protagoniza vários formatos televisivos líderes de audiência da TVI e na TVI24 e, ao longo de mais de três mil programas de TV, teve sempre o trabalho de Mister Jesus como tema muito presente.

Braz acompanhou sempre de perto a carreira de JJ – dando-se a coincidência de o biografado ter subido ao grande palco do Futebol, o Sport Lisboa e Benfica, transferido do Sporting Clube de Braga, também em 2009. Esse acompanhamento resultou num «respeito mútuo» que leva, agora, à publicação da obra. Conhecedor profundo da carreira do Mister, Rui Pedro Braz  apresenta em Mister Jesus – 30 Anos de uma Carreira Ímpar um trabalho de detalhe, que permite entender as razões do sucesso do treinador português em terras de Vera Cruz. Um documento que, a partir da análise de factos, mostra que nada neste Flamengo versão 2019 aconteceu por acaso.

Texto: Joana Ferreira com Luís Martins | WiN; Fotos: Helena Morais

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este sábado, 7 de dezembro

Impala Instagram


RELACIONADOS