Jorginho distinguido como melhor jogador do ano da UEFA

O futebolista Jorginho, do Chelsea, foi hoje distinguido como melhor jogador da UEFA na última temporada, após recolher mais votos do que o belga Kevin De Bruyne (Manchester City) e o francês N´Golo Kanté, também dos londrinos.

Jorginho distinguido como melhor jogador do ano da UEFA

Jorginho distinguido como melhor jogador do ano da UEFA

O futebolista Jorginho, do Chelsea, foi hoje distinguido como melhor jogador da UEFA na última temporada, após recolher mais votos do que o belga Kevin De Bruyne (Manchester City) e o francês N´Golo Kanté, também dos londrinos.

O futebolista Jorginho, do Chelsea, foi hoje distinguido como melhor jogador da UEFA na última temporada, após recolher mais votos do que o belga Kevin De Bruyne (Manchester City) e o francês N´Golo Kanté, também dos londrinos.

O médio internacional transalpino, que se tornou no décimo jogador da história a conquistar o Europeu e a Liga dos Campeões no mesmo ano, superou o colega de equipa Kanté, que se destacou nos jogos finais da ‘Champions’ 2020/21, sendo eleito o ‘homem do jogo’ nos dois jogos das meias-finais contra o Real Madrid e na final contra o Manchester City, disputada no Porto.

De Bruyne, segundo classificado há um ano, também foi destaque na campanha do City, coroada com o título inglês e a presença na final da ‘Champions’, mas não chegou para bater o médio transalpino.

Antes, o internacional português do Manchester City Rúben Dias conquistou o prémio de melhor defesa, superando o espanhol César Azpilicueta e o alemão Antonio Rudiger, ambos dos ingleses do Chelsea.

Nos prémios por posições, além de Rúben Dias na defesa, o melhor guarda-redes foi senegalês Edouard Mendy, o gaulês N´Golo Kanté venceu na posição de médio e o norueguês Erling Haaland foi o avançado escolhido.

A espanhola Alexia Putellas foi a eleita na categoria de melhor jogadora, face à compatriota Jenni Hermoso e Lieke Martens (Países Baixos), todas do campeão europeu FC Barcelona,

No que diz respeito aos treinadores, o germânico Thomas Tuchel venceu o galardão, em detrimento do italiano Roberto Mancini (campeão da Europa com a seleção de Itália) e do espanhol Josep Guardiola (campeão em Inglaterra com o Manchester City).

Na vertente feminina, Lluís Cortés (FC Barcelona) amealhou mais votos do que Emma Hayes (Chelsea) e Peter Gerhardsson (Suécia).

No início da cerimónia, realizada no Haliç Congress Center de Istambul, Turquia, Simon Kjaer, capitão da seleção dinamarquesa, assim como a equipa médica que salvou Christian Eriksen, durante o encontro com a Finlândia, para o Euro2020, foram distinguidos com o prémio Presidente da UEFA, entregue pelo líder do organismo, o esloveno Aleksander Ceferin.

A lista final foi escolhida por um júri composto pelos 24 selecionadores que estiveram no Euro2020, pelos 80 treinadores das equipas que competiram nas fases de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa e por 55 jornalistas das federações nacionais que integram a UEFA, designados pelo European Sports Media (ESM).

Cada elemento do júri votou em três jogadores, pontuados com cinco, três e um ponto, sendo que os selecionadores e treinadores não puderam votar em jogadores da sua equipa.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS