Jonas promete voltar ao Benfica. «Vou estar aqui. Isto é um até breve»

Duas semanas depois de arrumar as botas, Jonas voltou a pisar o relvado do Estádio da Luz para apresentar o livro O Benfica Segundo Jonas, da autoria do jornalista Luís Miguel Pereira.

Jonas promete voltar ao Benfica. «Vou estar aqui. Isto é um até breve»

Duas semanas depois de arrumar as botas, Jonas voltou a pisar o relvado do Estádio da Luz para apresentar o livro O Benfica Segundo Jonas, da autoria do jornalista Luís Miguel Pereira.

Cerca de 90 adeptos encheram as cadeiras do Estádio da Luz esta sexta-feira, 26 de julho, para um último adeus ao, até agora, avançado das Águias. Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, falou sobre o livro biográfico O Benfica Segundo Jonas, da autoria de Luís Miguel Pereira, e dirigiu um agradecimento sentido a Jonas, que vestiu a camisola encarnada durante cinco épocas.

LEIA DEPOIS
Morreu a motociclista Filipa Gomes, aos 38 anos, na sequência de um acidente de mota

«Cinco anos que vão deixar recordações em todos nós» (Luís Filipe Vieira)

Luís Miguel Pereira, autor, Jonas, Jaime Cancella de Abreu, editor do livro, e Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica

«Além de ser um grande profissional, foram cinco anos que vão deixar recordações em todos nós. Não só pelos golos que marcou, mas pela postura e profissionalismo que sempre teve», começou por dizer Luís Filipe Vieira. «Tinha de parar e parou mesmo. Com muita mágoa nossa. Ainda agora lhe disse que tinha a certeza de que ainda aguentava mais um ano. Ainda marcava mais umas dezenas de golos e ficávamos todos felizes. Dores nas costas todos temos. Também sofro das costas», brincou o presidente do clube. Após o breve discurso, Vieira teve de se ausentar devido a outros compromissos, mas não sem antes receber de Jonas a primeira capa do livro.

«Vou estar sempre aqui. Isto é um até breve», promete Jonas

Depois de ouvir as palavras emocionadas do presidente benfiquista, Jonas falou aos adeptos do clube e demonstrou estar «tranquilo» com o final desta etapa. «Vou estar sempre aqui. Isto é um até breve. Aqui é a minha casa. É onde me sinto bem. Foram cinco anos fantásticos não só em termos profissionais, mas também familiares. O Benfica é mais do que amor», revelou o jogador agora reformado, que deu por terminada a sua carreira futebolística aos 35 anos.

Decidiu abandonar os relvados porque na «temporada passada já estava a sofrer muito»

O ex-futebolista revela ainda que esta era uma decisão que não podia adiar mais. «Nos últimos quatro a cinco meses da temporada passada já estava a sofrer muito. Tinha muitas dores e, em janeiro, pensei em desistir. O Bruno Lage ajudou-me muito», explica, revelando que já não conseguia fazer as suas tarefas diárias devido às dores. Apesar do sofrimento, Jonas considera que «valeu a pena». E afirma que não podia ter terminado o percurso de melhor maneira. «Foram os cinco anos mais felizes da minha vida. Não tenho dúvidas. O que vivi aqui não vivi em mais nenhum clube. Queria terminar a minha carreira aqui e hoje, olhando para trás, vejo que foi a mais difícil, mas a melhor decisão», remata.

Jonas não tem qualquer ligação contratual ao Benfica

Apesar de afirmar que irá continuar ligado ao clube das águias, Jonas garante que «contratualmente» não tem qualquer vínculo. «Quando disse ao presidente que queria terminar a minha carreira, também mencionei que ia voltar para o Brasil. Agora quero focar-me nos projetos familiares. Não há nada em contrato. É mais pela relação que tenho com ele. O Benfica já disse que ia usar a minha imagem para alguns eventos e é mais isso. Neste momento, não seria importante para mim ter um contrato.»

Reportagem: Sílvia Abreu | WiN

LEIA MAIS
Previsão do tempo para sábado, 27 de julho
Hugo Strada investigado depois de beijar adolescente na TV em direto

Impala Instagram


RELACIONADOS