Tubarão filmado em praia portuguesa, mesmo junto ao areal [vídeo]

Tubarão filmado em praia portuguesa surpreendeu banhistas nadava mesmo junto ao areal. Tubarão-branco é uma das mais de 30 espécies nas praias nacionais.

Alguns banhistas foram surpreendidos pelo maior predador dos oceanos numa praia portuguesa. O tubarão filmado às primeiras horas da manhã provocou algum receio entre os que frequentavam o areal. E houve quem tivesse mesmo o sangue frio para filmar o animal. Embora de pequenas proporções, alguns populares recearam que “podendo tratar-se de uma cria, talvez os progenitores pudessem estar próximos”.  “Decidimos sair da água, e chamámos as crianças. O tubarão nadava mesmo junto ao areal”, do Portinho da Arrábida, em Setúbal.

O cada vez maior número de avistamentos de tubarões na Costa Portuguesa poderá estar diretamente ligado à subida da temperatura da água, que está a atrair mais tubarões às nossas praias. Apesar de tudo, este tipo de predadores não representa grande perigo, por tratar-se de espécies que procuram quase só peixe e plâncton.

João Neves, do Zoomarine, comparava, a propósito deste fenómeno cada vez mais frequente, a situação à dos golfinhos. “Também os golfinhos têm surgido cada vez mais nas praias.” Procuram “peixes junto à costa”. O tubarão-frade será o mais avistado. “Mas não tem dentes e alimenta-se de plâncton”, diz o diretor do Departamento de Educação do Zoomarine.

O tubarão filmado no Portinho da Arrábida é um de uma das mais de 30 espécies de tubarões nas costas portuguesas, entre elas o tubarão-branco

As costas portuguesas têm mais de 30 espécies de tubarões. Entre elas, o famoso tubarão-branco, que costuma passear-se nas águas do Mediterrâneo, junto ao Algarve. João Pedro Correia afirma que os números da FAO – Organização para a Agricultura e Alimentação, das Nações Unidas – “colocam Portugal entre os países que mais tubarões e raias capturam por ano, mais de 15 toneladas”. “A costa portuguesa está cheia de tubarões”, assinala o biólogo Marinho especialista em tubarões. “Apesar da abundância de espécies, o número de exemplares tem vindo a diminuir, muito por culpa da pesca excessiva”, explica o autor da investigação Pesca Comercial de Tubarões e Raias em Portugal.

“É cada vez mais frequente serem encontradas espécies, tipicamente características das zonas tropicais, em latitudes acima da de Portugal”

Entre as espécies mais frequentes na nossa costa encontram-se o tubarão-azul, o tubarão-anequim e o gigante tubarão-frade. “Aparecem toneladas de tubarões-azuis nas nossas docas, capturados por engano pelas redes dos pescadores”, lamenta o biólogo conselheiro do Oceanário de Lisboa. “É cada vez mais frequente serem encontradas espécies, tipicamente características das zonas tropicais, em latitudes acima da de Portugal.” Esta situação acontece devido ao aquecimento global e ao aumento da temperatura média do mar. “Não é um problema que afete somente os tubarões. As pessoas ainda não se mentalizaram de que o aquecimento global existe e que já se faz notar há muitos anos. Há uns tempos foram encontrados espadartes em Inglaterra, uma coisa impensável”, alerta João Pedro Correia.

Hipótese de ataque “é mínima”, mas não impossível

Em entrevista ao CM, o biólogo marinho da Universidade dos Açores João Pedro Barreiros considera mínima a hipótese de ataque a humanos nas praias portuguesas, mas nunca afirma que essa seja uma situação impossível. “É mínima. É quase mais provável ganhar-se o Euromilhões semana sim, semana não, até ao final da vida, do que ser-se atacado por um tubarão numa praia portuguesa.”

LEIA MAIS

Previsão do tempo para domingo, 10 de fevereiro de 2019

Mulher mais fértil do mundo tem 38 filhos [vídeo]

Futebolista português do Benfica pisado na cara «quase ficava cego» [vídeo]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Tubarão filmado em praia portuguesa, mesmo junto ao areal [vídeo]

Tubarão filmado em praia portuguesa surpreendeu banhistas nadava mesmo junto ao areal. Tubarão-branco é uma das mais de 30 espécies nas praias nacionais.