Tribunal de Macau determina pagamento 1,9 ME em impostos aos famosos passeios de gôndola

O Tribunal de Segunda Instância de Macau determinou que os passeios de gôndola no maior resort da capital mundial do jogo, Venetian, tem de pagar imposto de turismo de 1,9 milhões de euros referentes a 2013 e 2014.

Tribunal de Macau determina pagamento 1,9 ME em impostos aos famosos passeios de gôndola

Tribunal de Macau determina pagamento 1,9 ME em impostos aos famosos passeios de gôndola

O Tribunal de Segunda Instância de Macau determinou que os passeios de gôndola no maior resort da capital mundial do jogo, Venetian, tem de pagar imposto de turismo de 1,9 milhões de euros referentes a 2013 e 2014.

“O Ministério Público emitiu parecer jurídico, indicando que a única questão nuclear consiste em apurar se o espetáculo ‘Gondola Ride’ constitui serviço complementar prestado pelo hotel e, em consequência, ficar sujeito ao imposto de turismo”, lê-se no comunicado emitido hoje pelo gabinete do presidente do Tribunal de Última Instância.

Os famosos passeios de gôndola a imitar Veneza, dentro do hotel Venetian, propriedade da Sands China, trazem “ao hotel uma reputação mais vasta e, em larga medida, aumenta a sua competência de atrair clientela e enriquecer a sua capacidade concorrência”, detalha-se na mesma nota, explicando que o “preço dos serviços complementares é tributado em imposto de turismo”.

“É consabido e notório que o espetáculo ‘Gondola Ride’ se localiza no Hotel Venetian Macau”, frisou.

MIM // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS