Tóquio2020: Mark Odhiambo é o primeiro caso de doping

O atleta queniano Mark Odhiambo teve um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, o que faz do velocista o primeiro caso de doping em Tóquio2020.

Tóquio2020: Mark Odhiambo é o primeiro caso de doping

Tóquio2020: Mark Odhiambo é o primeiro caso de doping

O atleta queniano Mark Odhiambo teve um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, o que faz do velocista o primeiro caso de doping em Tóquio2020.

O atleta queniano Mark Odhiambo teve um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, o que faz do velocista o primeiro caso de doping em Tóquio2020, informou neste sábado o organismo responsável pelo programa de testes. De acordo com a Agência de Testagem Internacional (ITA), Odhiambo acusou positivo a um esteroide, na sequência de um controlo antidoping efetuado na quarta-feira, e foi suspenso provisoriamente, poucas horas antes de competir nas eliminatórias dos 100 metros.

Odhiambo, de 28 anos, que já recorreu para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), é o segundo atleta queniano a ter um controlo antidoping positivo durante os Jogos Olímpicos, depois do compatriota Simon Kemboi, excluído de Sydney2000 antes de disputar a estafeta 4×400 metros.

LEIA AINDA
Tóquio2020: Atleta vence medalha de bronze com ajuda de preservativo
Atleta conquista medalha de bronze com ajuda de preservativo [vídeo]
Jessica Fox tornou-se na primeira mulher a conquistar medalhas nas variantes de canoa e caiaque em Tóquio2020. No entanto, uma das medalhas traz consigo uma história insólita. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS