Tinder cria ‘botão de pânico’. Saiba como funciona

O Tinder anunciou um conjunto de novidades e o grande destaque vai para a criação de um ‘botão de pânico’.

Tinder cria 'botão de pânico'. Saiba como funciona

Tinder cria ‘botão de pânico’. Saiba como funciona

O Tinder anunciou um conjunto de novidades e o grande destaque vai para a criação de um ‘botão de pânico’.

O Tinder anunciou a criação de um conjunto de novidades com as quais pretende aumentar a aplicação. Entre elas está a criação de um sistema de verificação de fotos que permite identificar e, por sua vez, eliminar perfis que sejam falsos.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para sexta-feira, 31 de janeiro

Mas o grande destaque vai para o desenvolvimento de um ‘botão de pânico’ que irá ajudar os utilizadores que se vejam em apuros caso o encontro não corra conforme o previsto. De acordo com o Wall Street Journal, esta opção estará válida numa versão piloto nos Estados Unidos até ao final do mês de janeiro.

Este não é o primeiro passo do Tinder para reforçar a segurança da plataforma

Caso o encontro não corra conforme esperado e se revele uma situação perigosa para um dos envolvidos, o utilizador poderá ativar um alarme dentro da plataforma que o irá levar para uma seção onde a entrada só é permitir através de um código. Caso o código não seja preenchido, a aplicação irá enviar uma mensagem. Se a mensagem não for respondida, a Noonlight fará uma chamada para o telemóvel do utilizador e, em último caso, se a chamada não fora atendida, a empresa irá entrar diretamente em contacto com as autoridades.

Este não é o primeiro passo do Tinder para reforçar a segurança da plataforma de encontros. Em julho do ano passado, o Tinder lançou vários recursos que pretendem proteger os seus utilizadores LGBTI em países onde as relações homossexuais são criminalizadas.

LEIA MAIS
Rui Pinto volta ao Twitter e deixa aviso: «Há ainda muita coisa que os portugueses merecem saber»

 

Impala Instagram


RELACIONADOS