Suspeito de matar mulher a tiro em Castanheira de Pêra tem antecedentes

As discussões entre Teresa Paula, de 55 anos, e o companheiro, de 60, eram frequentes devido a conflitos familiares

Suspeito de matar mulher a tiro em Castanheira de Pêra tem antecedentes

Suspeito de matar mulher a tiro em Castanheira de Pêra tem antecedentes

As discussões entre Teresa Paula, de 55 anos, e o companheiro, de 60, eram frequentes devido a conflitos familiares

O principal suspeito da morte de uma mulher em Moita, Castanheira de Pêra, foi alvo de investigação por parte das autoridades, em 2005, por crimes de violência doméstica. De acordo com o Correio da Manhã, o homem, que tem o apelido de Pinheiro, está em fuga e o seu paradeiro é ainda desconhecido.

De acordo com a mesma publicação, o alegado homicida, de 60 anos, poderá ter deixado o país ou então estar refugiado numa casa abandonada que foi herdada pelo mesmo, mas que fica localizada noutra aldeia do concelho, onde foram encontrados cobertores. O carro do suspeito não foi localizado.

Teresa Oliveira, de 55 anos, foi morta com dois tiros e encontrada na cama. A casa da mulher estava remexida e o suspeito deixou uma carta onde explicava as razões do homicídio.

Filho encontra mãe morta na cama

As discussões entre Teresa Paula, de 55 anos, e o companheiro, de 60, eram frequentes devido a conflitos familiares. Nesta sexta-feira, a mulher, vítima de violência doméstica, foi encontrada morta com dois tiros na casa onde residia, na Moita, concelho de Castanheira de Pera.

Estava deitada na cama, vestida com um pijama. O homem fugiu num carro da família e está a ser procurado pela Polícia Judiciária do Centro. O alerta para o crime foi dado ao início da madrugada de ontem. A vítima deixou, na quarta-feira à noite, a filha mais nova, de 17 anos, em casa do avô, a alguns quilómetros da casa onde residem. Combinou ir buscá-la mais tarde mas não apareceu.

Continue a ler aqui.

LEIA AINDA
caixão, funeral
Homem leva duas facadas no funeral da avó. Agressor internado na psiquiatria
Um homem foi atacado enquanto carregava o caixão da avó, durante o funeral da senhor de 93 anos. Jack Steward, de 41 anos, levou duas facadas no cemitério da Fuseta. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS