Segurança de David Cameron investigado por deixar arma carregada na casa de banho de avião

Autoridades abriram uma investigação.

Segurança de David Cameron investigado por deixar arma carregada na casa de banho de avião

Segurança de David Cameron investigado por deixar arma carregada na casa de banho de avião

Autoridades abriram uma investigação.

O guarda-costas responsável pela proteção de David Cameron está a ser alvo de uma investigação por parte da Polícia Metropolitana de Londres depois de ter deixado uma arma carregada e o passaporte de Cameron na casa de banho de um avião da British Ariways que fazia o voo de Nova Iorque para Londres, na passada segunda-feira.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para esta quarta-feira, 5 de fevereiro

David Cameron tem direito à segurança por ser ex-primeiro-ministro

De acordo com a CNN, foi um passageiro que encontrou a arma na casa de banho e que deu o alerta aos comissários de bordo, deixando todo o avião em pânico.

A Polícia Metropolitana de Londres já confirmou, à Associated Press, que o polícia foi retirado das suas funções. «Levamos o assunto muito a sério e está a ser realizada uma investigação interna», indicaram as autoridades através de comunicado.

David Cameron tem direito à segurança fornecida por uma unidade de polícia especializada por ser ex-primeiro-ministro. Os Estados Unidos e o Reino Unido permitem que as autoridades transportem armas em voos comerciais, mas têm de cumprir determinados requisitos.

«Seguimos as regras que permitem que a polícia do Reino Unido carregue armas de fogo a bordo em circunstâncias específicas e controladas. A nossa tripulação lidou com o problema rapidamente antes da descolagem e voo seguiu normalmente», afirmou à CNN um porta-voz da British Airways.

LEIA MAIS
Cristiano Ronaldo está de parabéns. CR7 faz 35 anos [vídeo]

 

Impala Instagram


RELACIONADOS