São Tomé/Eleições: Missão da CPLP confia que ato vai

São Tomé/Eleições: Missão da CPLP confia que ato vai “decorrer normalmente”

O chefe da missão de observação eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) disse hoje confiar que as eleições de domingo em São Tomé e Príncipe vão “decorrer normalmente”, lembrando que a população “está habituada a eleições”.

“Estamos confiantes de que tudo irá decorrer normalmente, na medida em que o povo e a sociedade de São Tomé já estão habituados às eleições, que são regulares desde os anos [19]90”, afirmou o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor-Leste Zacarias da Costa.

Os representantes da comunidade lusófona, entre os quais os deputados portugueses Porfírio Silva (PS) e Carla Cruz (PCP), começaram hoje a missão de observação das eleições legislativas, autárquicas e regionais do Príncipe, que decorrem no domingo.

“Estamos aqui em São Tomé e Príncipe para observar, para testemunhar as operações eleitorais, que vão desde a votação até ao apuramento dos resultados. É nessa qualidade que estamos aqui a testemunhar, não para, obviamente, validar ou sancionar nada”, disse o chefe da missão.

Esta manhã, os observadores da CPLP reuniram-se com o secretário-geral da Ação Democrática Independente (ADI, no poder) e solicitaram encontros às restantes forças concorrentes às eleições.

A missão deverá ainda reunir-se com representantes do Governo e está marcado um encontro, para sábado de manhã, com a Comissão Eleitoral Nacional.

Segundo Zacarias da Costa, os observadores da CPLP deverão ainda assistir às últimas iniciativas de campanha, que termina hoje.

“Vamos cobrir toda a ilha de São Tomé, estamos a ponderar a hipótese de ir até ao Príncipe, mas obviamente que a questão logística é importante”, disse, referindo-se à necessidade de apanhar avião para a outra ilha.

A ADI realiza hoje à tarde um “mega-comício” junto ao estádio 12 de Julho, na capital são-tomense, com a presença do primeiro-ministro cessante, Patrice Trovoada, enquanto Jorge Bom Jesus, líder do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe – Partido Social Democrata (MLSTP-PSD, maior partido da oposição), estará no distrito de Mé-Zochi, realizando um comício em Trindade, a segunda maior cidade do país.

Mais de 97 mil eleitores são chamados a votar no domingo para as eleições legislativas e autárquicas e regionais do Príncipe.

JH // CSJ

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

São Tomé/Eleições: Missão da CPLP confia que ato vai “decorrer normalmente”

O chefe da missão de observação eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) disse hoje confiar que as eleições de domingo em São Tomé e Príncipe vão “decorrer normalmente”, lembrando que a população “está habituada a eleições”.